segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Chia – uma pequena e Mágica Semente



A semente de Chia é um dos super-alimentos mais poderosos, mais funcionais e mais nutritivos do Mundo!
São uma excelente fonte de fibra, de antioxidantes e minerais, mas a grande descoberta é que ela é a fonte vegetal mais rica em ómega 3.

- Tem mais ómega 3 que o salmão.
- Mais antioxidantes que qualquer fruto.
- Mais fibra que os flocos de aveia.
- Tem seis vezes mais cálcio que o leite inteiro.
- Tem três vezes mais ferro do que os espinafres.
- Tem quinze vezes mais  magnésio que os bróculos.
- Mais proteína, fibra e cálcio que as sementes de linhaça.

Chia é a semente de uma planta aromática muito usada pelos espanhóis, a Salvia Hispânica, uma família das mentas originária do sul do México.
Fazia parte da alimentação dos Aztecas e dos Maias, dizia-se que duas colheres de Chia mantinham um índio a caminhar um dia inteiro.

Num estudo de 2007, apresentado no Diabetes Care, os pesquisadores descobriram que pacientes com diabetes tipo 2, ao consumirem 37 gramas de sementes de chia, que é mais ou menos 6 colheres de sopa por dia, diminuíram em 32% os valores da taxa de proteína C-reactiva, que é um marcador que indica o nível de inflamação interna, sendo também benéfica em hipertensão, colesterol alto, triglicerídos altos, etc…

Como comer a Chía?

Como a semente é mucilaginosa, ao entrar em contato com um líquido criam á sua volta um gel, e consegue absorver varias vezes o seu peso em agua. Por isso podem ser adicionadas a batidos, a iogurtes, cereais, etc..
Cá em casa, eu uso-a para fazer marmeladas cruas ou como cereais pequeno-almoço.

A imagem acima mostra um lanche matinal, feito com leite de amêndoa, no qual juntei sementes de chia e polvilhei com canela.
É uma delicia, a Chía não tem gosto, absorve aquele no qual está envolvida.
Não há justificação para não a consumir, excepto o preço, pois não é das sementes mais económicas, mas pelos seus benefícios deve ser vista como prioridade.



Sem comentários:

Enviar um comentário