quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Ser escrava dos meus sonhos

imagem copiada net

É-nos difícil o abandono.
É-nos difícil o abandono, principalmente de comportamentos.
Faz tanto tempo que convivemos com eles, que lhes damos a mão, que parece que fazem parte de nossa identidade.

Sempre percebi que crescer significa aprender, mas todo o aprendizado só tem razão para ocupar meus neurónios, se eu os transformar em atitudes.
Uma das atitudes é abrir as duas mãos, uma para deixar ir e outra para receber.
Deixar ir roupas, pensamentos e atitudes, coisas que estão em mim, mas que não são eu.
Receber ideias novas, pensamentos novos que me tragam resultados desejados, ser dona dos meus pensamentos e dos meus atos e não escrava deles, se tiver que ser escrava que seja dos meus sonhos.
 

1 comentário:

  1. Nem mais...

    Concordo tanto...Olá, descobri o teu blog ainda no outro dia e devo dizer que é importantíssimo o teu trabalho de comunicar o que vais descobrindo no meio deste emaranhado de mitos, mentiras e "apegos".

    Já há alguns anos pesquiso sobre estes maus hábitos que existem e propagandeiam. Agora, andarei a pesquisá-lo, pois ando a guardar informação necessária para uma vida melhor e mais auto suficiente.

    Grata e VIVA A VIDA!

    ResponderEliminar