sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Parlapiando sobre o COCO


Estou a escrever e a comer. O quê, perguntam vocês?
Uma papinha com leite de coco, uns flocos de aveia, bagas gojis, sementes de papoila, sementes de chia, sementes de sésamo preto.
Faço muitas vezes leite de coco, é muito fácil, mais difícil é abrir-lo. Bato a polpa branquinha com agua e coo, da mesma forma que faço todos os outros leites e sucos de frutas e vegetais. Quando é para beber unicamente o leite, eu coo e uso a fibra para outras coisas, mas quando é para fazer papa, prefiro bater unicamente, assim como o coco no seu todo.
Sempre que encontro cocos compro, porque tenho a noção que é uma fruta verdadeiramente importante, mesmo não sendo da nossa região.

Nos últimos 50 anos a gordura saturada tem sido apontada como algo ruim para a saúde, mas não podemos colocar todas as gorduras no mesmo saco, elas não são todas iguais, uma coisa são as gorduras saturadas criadas na natureza e outra coisa é a gordura saturada criada pelo homem. As gorduras saturadas fabricadas pelo homem são artificialmente manipuladas por um processo de hidrogenação, no qual juntam átomos de hidrogénio a óleos fabricando as infelizmente tão vendidas margarinas, que muitos ainda defendem como o mais saudável, mas a comunidade cientifica defende que devem ser evitadas.
Mas devem ser evitadas todas as gorduras? Mesmo a de coco?
É que a gordura de coco também é saturada.
Bem, as evidencias o que dizem é que ingestão de gordura mesmo a saturada, mas que seja natural nunca teve um efeito prejudicial na saúde das populações.

Um dentista ( Dr. Weston Price) nos anos 30 visitou as ilhas do pacifico sul e relacionou a alimentação daquele povo com as suas doenças. Nestas ilhas tropicais os cocos abundavam, logo eram um dos principais alimentos, ou seja comiam muita gordura, mas a doença cardíaca não existia, nem tinham artérias entupidas, nem obesidade.

O que é importante perceber é que as gorduras não são todas iguais, grande parte dos ácidos gordos do coco são de cadeia media como ácido cáprico, o ácido caproico e o ácido láurico que fazem maravilhas no nosso corpo.
O teor de gordura saturada do coco é muito semelhante ao leite humano, por isso é de fácil digestão e gera energia rapidamente.
O Coco é um alimento funcional, tem funções especificas na saúde, cerca de 50% da gordura do coco é o ácido láurico que dentro de nós se transforma em monolaurina, um excelente "medicamento" com ação antibacteriana, antiviral, antiprotozoária. É um destruidor de vírus e bactérias gram-negativas, por isso é um preventivo da verdadeira gripe, do herpes, de bactérias patogénicas, etc.

Nós não precisamos de empresas farmacêuticas a inventarem fármacos, que são totalmente desconhecidos para o nosso corpo, por isso são tão dificilmente metabolizados, precisamos de empresas e de científicos que se debrucem sobre princípios ativos existentes na natureza com propriedades medicinais,...eu sei...eu sei...quem iria se dar ao trabalho de descobrir uma coisa que já existe e por isso não pode ser patenteada, traduzindo quer dizer uma coisa que não vai dar lucro...dinheiro.

Mas, voltando ao coco, sabia que ele ajuda a combater a diabetes?
O coco é um hidrato de carbono, mas é diferente dos outros, ele  não precisa de insulina, seus ácidos gordos vão diretamente para o fígado e são disponibilizados como energia imediata.
É um excelente alimento para os diabéticos tipo 2.

Coco é bom para a tiroide e emagrece
É verdade, nos anos 40 alguns agricultores tentaram usar o oleo de coco para engordar o gado, mas ele não funcionou, antes pelo contrario os animais ficaram mais ativos e mais magros.
E, não é o que desejamos? Ser ativos e magros, uma das soluções está na  ingestão de coco. Ele ajuda a estimular o metabolismo assim como a atividade da tiroide, logo também acelera a regeneração celular. E tem magia, estudos dizem que emagrece quem é gordo mas engorda quem é magro.

Óleo de coco na pele
 É o meu hidratante de excelência, não devemos pôr na pele nada que não comamos, e o óleo de coco é realmente ideal para cuidar da pele, ajuda a proteger contra os efeitos do envelhecimento dos radicais livres, logo ele também pode ser considerado um antioxidante que pode ajudar a restaurar a pele. As gravidas necessitam de muita hidratação principalmente na pele da barriga e das mamas, o óleo de coco é uma excelente opção, pois não deve usar nenhum creme com químicos.

Fico por aqui, mas perceba que o coco é importante, ele:
- Ajuda na Saúde cardiovascular
- Na perda de peso, quando é necessária
- Apoia o sistema imunológico
- Aumenta o metabolismo saudável
- É uma fonte de energia rápida, sem necessitar insulina
- Mantém apele saudável
- Ajuda em tudo o que é vírus, o que é fungos (cândida, h.pylori, etc).

Quando for ás compras traga um coco, faça leite, delicie-se, dê aos seus filhos, não há como não gostar. É uma excelente opção para quem encarou a realidade de que leite de vaca faz mal e não é para nós, é uma excelente opção para quem tem filhos com asma e com alergia e tem de retirar o leite de vaca ou não sai do pediatra, também para quem é celíaco, enfim é excelente para todos.
Só não lhe atribuo uma classificação tipo o segundo melhor alimento ou o terceiro, porque ele não faz parte do nosso território geográfico, mas mesmo assim não esqueçamos de o ter na nossa bancada da cozinha.
O coco é um alimento funcional e mais um presente da Natureza.


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

É tão bom aprender


Não sei se a Vida é uma escola, e não sei se sou boa aluna, mas  uma coisa sei é que tenho muita vontade de sair desta "aula Vida" com uma boa nota.
Para mim é muito bom aprender, tomar conhecimento, principalmente do Homem, das pessoas e de tudo o que as rodeia, acredito que o Homem Foi feito à imagem da Natureza e a Natureza à imagem do Grande Ser.

O conhecimento produz ideias, produz sonhos que moldam a nossa vida e transformam a Sociedade.
O ser-se feliz não precisa de conhecimento, mas podemos aprender através do conhecimento que podemos ser autores da nossa historia e que a vida vale a pena ser vivida apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Tenho defeitos, por vezes vivo ansiosa e à alturas que ando irritada, raramente acuso a vida, prefiro apontar o dedo ás hormonas, à falta de sol, mas a Vida, essa para mim é suprema, por isso agradeço todos os dias o milagre de existir.

Neste planeta a nossa Vida só é possível num corpo físico com leis físicas, que não foram criadas pelo homem, surgiram com o homem e fazem parte desse Grande Livro aberto chamado Natureza.
Nosso corpo é uma das perfeições da Natureza, por isso dedico grande parte do meu tempo a estuda-lo, nunca me canso, foi o que fiz nestas ultimas semanas.
Estudei alguns homens que ajudaram outros a se curarem das suas mazelas, como eles o fizeram, quais eram as suas teorias?
Fiquei empolgada com o que aprendi, quero dizer a todos os que se sentem doentes, que a doença não é um fim em si mesma é um meio do organismo chegar a qualquer lado e onde vai chegar depende de nós.
Na nossa perfeição terrena existe a doença para nos indicar que não estamos a tratar bem o corpo, existe a tristeza, a depressão para nos indicar que não estamos a viver bem a vida, por vezes os dois coincidem, não somos saudáveis  e também não somos felizes, é normal, a felicidade e o animo andam de mãos dadas com a Saúde.
Não existe o sempre feliz, nem o sempre saudável, existe a Homeostasia do que é possível, ou seja com o ar que respiramos, com agua que bebemos, com os alimentos que comemos o corpo, com o exercício físico que fazemos temos o melhor equilíbrio orgânico que é possível, e com aquilo que vivemos, que registamos, os tipos de diálogos interiores, os amores ou desamores, tudo aquilo que é de ordem emocional ou psíquica vai resultar num "produto" o mais equilibrado que a mente conseguiu com os dados que lhe foi dado.
Por isso, estamos sempre a tempo de melhorar, de selecionar o que queremos que faça parte de nós, não podemos desistir nunca, podemos mudar sempre.
Eu acredito que é possível a uma pessoa com depressão viver com animo, com entusiasmo, com vontade de viver.
Eu acredito que é possível deixar de viver com medicamentos para a diabetes, para as dores, para a asma, para o cancro, para a tristeza, para a doença.
 Com o que leio nas linhas e nas entrelinhas, nos escritos de antigamente e nos de agora, eu concluo  que o corpo tem sempre razão e faz sempre o seu melhor.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Espondilite Anquilosante – por uma abordagem natural


A Espondilite Anquilosante é o nome dado a um tipo de reumatismo que se centra principalmente na coluna vertebral com presença de inflamação cronica.
Se esta inflamação não for controlada e persistir por muito tempo, os tecidos da coluna podem ficar fibrosos e mais tarde ósseos, o que leva à fusão das vertebras e a uma coluna anquilosada ou seja sem movimento.

É considerada uma doença auto-imune, isto é o nosso sistema imunitário passa a exercer uma atividade excessiva nas articulações da coluna, que se tornam inflamadas, ou seja este mesmo sistema que nos ajuda na proteção contra invasores, por alguma razão decide produzir anticorpos para lutar com células e tecidos saudáveis.

Porque será que este sistema tão bem armado toma esta atitude?
A medicina convencional não aponta uma razão conclusiva, a filosofia naturopata defende que este ataque se dá devido aos depósitos de minerais tóxicos nas articulações, que foram ingeridos através de uma alimentação não adequada, da água, de medicamentos, etc…e parece que não estão muito longe da verdade, da verdade que uma alimentação incorreta cria o “terreno” para todo o tipo de doenças.
 Quem concordou com isto, foi um médico francês de grande prestígio – Jean Seignalet – que propôs combater a E.A. com a alimentação. A dieta deste medico fica para outro poste, mas recomenda um estilo de vida onde a alimentação é sem produtos animais, sem amido (gluten) e 70% crua.

Os portadores desta doença têm um marcador genético – o antigénio HLA-B27 - mas também problemas intestinais, o que leva a pensar que a causa seja a alimentação atual, que provoca alterações na flora intestinal com presença de putrefações o que permite a proliferação de bactérias perigosas como a Klebsiella, e que o Dr. Alan Ebringer defendeu estar presente nas pessoas com Espondilite Anquilosante, estas bactérias agridem a mucosa intestinal o que leva a uma permeabilidade do intestino delgado, com todas as consequências pela travessia dos dejetos bacterianos para dentro do corpo.

Dr. Alan Ebringer
Se você, que está a ler este poste, sofre desta doença ou conhece alguém que a tem e quer ajudar, há um conceito que tem de ter inicialmente, que é a relação da Espondilite Anquilosante com o intestino, logo a maior proposta terapêutica terá de passar por alterações na alimentação de forma a curar, parar a sua evolução ou atenuar, o que suceder depende da ação de cada um e do saldo da sua saúde.

O Dr. Alan Ebringer descobriu que a bactéria Klebsiella que vive no nosso intestino desenvolve-se na presença do amido, ou seja quanto mais comermos alimentos ricos em amidos, mais bactérias temos, logo mais reações imunitárias inflamatórias sofremos.
O tratamento base proposto por este imunólogo, é a DIETA SEM AMIDO, seguido por muitos doentes com bons resultados, pelo menos no controle da doença.
 Não se entende porque a maioria dos reumatólogos não seguem esta ideia, visto Alan Ebringer ser um científico premiado sobre o mal das vacas loucas e uma pessoa respeitada no meio científico.

Como vamos ajudar o corpo com este desequilíbrio inflamatório e doloroso ?
- Primeiramente temos que agir sobre o intestino, regular a sua temperatura e desinflama-lo de forma a evitar a permeabilidade intestinal e a passagem de "substâncias não adequadas" como a tal bacteria para dentro do corpo. Conseguimos isso com um alimentação adequada e com tratamento externo.
- A pessoa deve seguir um estilo de vida saudável, como apanhar sol, dormir 8 horas diárias e nas horas apropriadas, caminhar 1 hora por dia, fazer respirações profundas e amar a Vida.
- Uma vez que o problema já está instalado, há que desintoxicar e desinflamar o corpo tanto a nível geral como local. 

A Medicina Natural é sábia nesta aérea e tem muitas formas de o fazer, com alimentação, com plantas adequadas e com tratamentos corporais como a Hidroterapia.
Nosso corpo é 70% água, a agua aplicada externamente  tanto no seu estado liquido como solido como em vapor tem uma ação potente sobre o nosso corpo, ela aumenta a transpiração,  abre e fecha os poros, aumenta ou diminui a circulação sanguínea, sobe ou desce a temperatura tanto do corpo todo como numa determinada zona. Um terapeuta especializado em Hidroterapia tem técnicas de desinflamar qualquer zona do corpo e com isso diminuir a inflamação cronica e a dor, que é a reclamação numero um do doente com Espondilite Anquilosante.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Ainda bebe Refrigerantes?

Se você quer ser saudável, se você tem alguma doença, seja qual for e realmente quer melhorar, se você se preocupa com a sua família, não vai comprar nunca refrigerantes. Estou a escrever e a recriminar-me, pois há pouco mais de uma semana  comprei um sumo de "laranja com cenoura" e porquê? Porque os colegas da minha filha iam lanchar à minha casa, e "fica bem" um suminho e uns bolinhos e todas aquelas coisas  que nossas papilas gustativas se acostumaram, mas que não são nutritivas, porque não têm nutrientes.
Para mim nenhum refrigerante é bom, e os de dieta são mortais, é a minha opinião mas ela está apoiada por muitos estudos que podem pesquizar. Considero pior os de dieta, porque têm na sua composição um "açúcar" que não é açúcar e é o pior de todos, pois entre outras coisas sobe os triglicéridos e está associado  a problemas no cérebro inclusive cancro cerebral.

Um copo grande de coca-cola, daqueles que são servidos no cinema, pode chegar a ter 44 colheres de açúcar, quem o diz é mesmo o Presidente Europeu da Coca-cola James Quincey e diz:
" Contém açúcar, dá energia. Mas é necessário? Não. Mas milhões saboreiam como parte de sua dieta no Reino Unido" .
Uma lata de refrigerante tem 6 colheres de açúcar, já pensou comer uma, depois outra e depois... não conseguia, certo? Então como consegue beber tão rápido o refrigerante? Porque lhe juntam um ácido, o ácido fosfórico que balanceia o doce e assim engole-se goela abaixo sem darmos conta que estamos a engolir seis colheres de açúcar. Podíamos dizer que estas bebidas são açucares líquidos.

Então e os refrigerantes light?
Estes não tem açúcar, têm SET, que significa substâncias extraterrestres, são edulcorantes artificiais criados em laboratório e que o nosso corpo não reconhece, por isso eu os chamo de "ET", é um produto que a natureza terrestre não criou, como o Aspartamo, que é uma combinação de dois aminoácidos: fenilalanina e o ácido aspártico e estes dois não são bons para as nossas células, mas está presente na maioria dos produtos alimentares industrializados.

Todos os refrigerantes são de Ph ácido, que chegam dentro do nosso corpo e roubam o oxigénio, se este acaba não há combustão, não há forma de queimar gordura, por isso se diz que os refrigerantes light engordam, e pior que isso adoecem-nos.

Sabe o que faz um corpo, quando entra nele alguma coisa que não reconhece? O corpo defende-se, foi criado para fazer isso mesmo. E, como é que se defende? Inflamando. E o que são as doenças? Não são inflamações de tecidos? Quando chegam as otites, as amigdalites ou seja a inflamação do ouvido e da garganta, porque não perguntamos: De quê está o corpo a defender-se? O que deixei entrar nele que não foi correto?

Aquilo que chamamos alimentos, está a ficar tão longe da realidade, está-se a tornar tão antinatural que quando tocar o extremo o paradigma muda e penso que ainda será na minha geração.

Pólen - O Alimento Perfeito?

Eu não tomo, e não concordo muito salvo raras exceções com a toma de suplementos vitamínicos sintéticos (os suplementos sintéticos vendem-se tanto em farmácias como em ervanárias). Sempre que seja posivel, é preferivel tomar suplementos naturais, sem muita intervenção do Homem.
Um deles é o Pólen.
Diz-se que contem todos os nutrientes necessários para sustentar a vida humana.

Mas o que é o Pólen?
É o alimento principal das abelhas e que nós vamos lá roubar.
As abelhas andam de flor em flor (não se lembram da abelha Maia?) retiram o pólen, voltam á colmeia carregadas (parecem mulheres quando vão ás compras). A cada voo, elas voltam com duas bolotas de pólen. São incansáveis (como as mulheres) chegam a fazer 80 voos por dia. Elas raspam o pólen das flores, mas os grãos são mantidos juntos em suas pernas, com uma enzima pegajosa que é secretada pelo estômago da abelha. Os apicultores (homens espertos) usam uma espécie de tela na entrada da colmeia, os furos da tela são estreitos e as abelhinhas ao passar deixam cair alguns grãozinhos. 2/3 da comida extraída das flores chega dentro da colmeia para servir de alimentos a estas trabalhadoras.

Estima-se, que é preciso uma abelha trabalhar 8 horas por dia, durante um mês inteiro para encher uma colher de chá de pólen (e achamos nós que só os humanos é que trabalham? Vida difícil esta das abelhas! Ou será que não é difícil? É somente uma questão de aceitar o que vem até nós. Não vou divagar mais…)



É um alimento perfeito da Natureza, uma mistura complexa de proteínas, aminoácidos e minerais.
Os atletas têm o utilizado para melhorar a força, a perseverança, clareza mental e a resistência e não é  isto que nós queremos? Então é fácil. Vai ao supermercado, ao apicultor (que em Portugal estão em muitas feiras regionais) À ervanária, e compra um frasco de pólen por mais ou menos 7 euros (ainda por cima é barato em comparação com os suplementos sintéticos).

O que é que estamos a tomar, quando ingerimos uma colher de pólen?
- 18 Aminoácidos
- 27 Vitaminas
-28 Minerais
-11 Enzimas e co-enzimas
-11 Carbo-hidratos saudáveis
- Proteínas de elevada qualidade
- Muito ferro e vitamina B12

Pode ajudar-nos em quê?
- Combater as doenças do envelhecimento.
- Ajuda na regulação do sistema nervoso (útil para os que tomam antidepressivos e ansioliticos. Muito importante nas crianças hiperactivas, ou com défice de atenção).
 As pessoas com stress encontram no pólen, um revitalizante.
- Na prevenção e tratamento das cataratas ( informem os vossos pais e avós –  em Portugal grande parte dos nossos idosos têm cataratas).
- É um tónico energético, que baixa ou controla a tensão arterial.
- Recupera a força das pessoas cansadas física e psiquicamente, principalmente convalescentes.
- É um regulador das funções intestinais ( no caso das diarreias crónicas, eu recomendo ir devagar, ou seja começar por tomar muito pouca quantidade, e ir aumentando para observar os resultados).
- Nos anémicos, ele é precioso, digamos obrigatório, principalmente nas crianças, pois aumenta a taxa de hemoglobina no sangue, revigorando rapidamente o doente.
- Estudos indicam que é notável a sua acção como preventivo e curativo na prostatite( inflamação da prostata).
- Aumenta a libido e a função sexual (quando os homens souberem, o pólen vai esgotar…)
- Tem sido utilizado nos sintomas da menopausa e na tensão pré-menstrual.
 Penso que as indicações não ficam por aqui.


Não é  unicamente pelo facto de se tomar pólen, que todos estes desequilíbrios de saúde se resolvem, mas ele dá uma boa ajuda. Nuns mais, noutros menos. O importante, seria inclui-lo no dia-a-dia, da criança ao idoso.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

O Outono, o frio, as gripes... e os antibacterianos


A pouco e pouco as temperaturas mais baixas vão-se instalando, e o corpo vai ter de reaprender a conviver com o frio do inverno e com a secura do outono. Sim o Outono independentemente de estar a chover está ligado à secura, no outono as folhas caem das arvores porque estão secas. Os órgãos que mais sofrem com a secura são a pele, o pulmão e o intestino grosso, por isso é frequente surgir a tosse, as alergias, os espirros, a sinusite, prurido na garganta, prisão de ventre ou fezes duras, dermatites na pele entre outros sintomas.
Também vêm as constipações e gripes e é importante lembrar que estas são causadas por virus  e que antibioticos só funcionam nas bactérias, isto  porque oiço muitas pessoas que me dizem " tive uma gripe que só lá foi com antibiotico", juro que não entendo. Pelo que sei e o que está publicado em sites médicos e o que se dá em Medicina é que antibiótico só atua nas bactérias, ou seja pode ter efeito numa sinusite, otite, infeção pulmonar, bronquite, mas toma-lo numa constipação ou gripe não vai de certeza fazer bem, mas isso é assunto medico e eu não sou medica.

Sabe-se que a forma mais comum de espalhar os vírus das constipações ou gripes é no contato corpo a corpo, através do falar, do tossir, do pôr a mão à frente e depois ir cumprimentar alguém, etc...Por isso para reduzir o risco é conveniente lavar as mãos, e não falar muito perto das outras pessoas caso haja infeção.
No entanto, é importante perceber que o fato de estar exposto a um vírus de um resfriado, não significa que está destinado a ficar doente.
Sabe quem vai decidir isso?
A saúde do sistema imunitário, se o seu sistema imunitário estiver a operar perfeitamente, você vai estar em contato com o vírus, mas não vai desenvolver nenhuma sintomatologia porque esse vírus não vai ter como se desenvolver dentro de si.
Quem expos a pele este verão ao sol produziu e armazenou vitamina D, e por isso pode estar com as defesas mais ativas e não desenvolver patologias gripais, pode ver o estudo que comprova aqui .  
Vemos como tudo se encaixa e tudo é uma preparação para o que há-se de vir, neste caso é o verão que prepara o corpo para fazer frente ao inverno.

Voltando à questão da transmissão das constipações e gripes, lavar as mãos frequentemente com agua e sabão é uma das maneiras mais fáceis de reduzir a propagação, mas não cometa o erro de usar produtos antibacterianos. Quanto mais produtos "anti-vida" usarmos mais contribuímos para a resistência de algumas bactérias, elas são tão espertas que aprendem a viver com estes fármacos que foram inventados para as destruir e ficam "superbacterias" onde os antibióticos se tornam inúteis. Além disso um estudo, que pode ver aqui, mostrou que pessoas que usam sabonetes e produtos de limpeza antibacterianos desenvolvem mais tosse, alergias, dores de garganta, febre, vómitos e diarreia em relação a pessoas que usam agua e um sabonete normal, como por exemplo o nosso bem português sabão azul e branco.

Vejamos que tudo aquilo que é mais simples é melhor, os produtos antibacterianos têm na sua composição um produto químico chamado Triclosan, que tem efeitos secundários nefastos nas funções musculares nos humanos pode ver o estudo aqui .
Quem tem fibromialgia deve ler bem os rótulos e ver se não está a usar algum produto de limpeza ou de higiene com este químico; não estou a dizer que o facto de usar um sabonete ou uma pasta de dentes com triclosan possa levar a fibromialgia, mas pode contribuir para o seu agravamento assim como o não usar pode ser útil para a sua recuperação, uma doença não surge por um fator, assim como também não se trata unicamente com uma técnica, em tudo há uma convergência que tende a um resultado.
O estado do Minnesota nos EUA proibiu os produtos que contenham este químico - triclosan, no entanto quase todos os sabonetes líquidos possuem este elemento.
Não há razão nenhuma para se estar a gastar dinheiro num produto antibacteriano quando o sabão normal é o mais seguro e eficaz.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Uva - aquele grande Fruto


A UVA é uma fruta que atesoura tantas qualidades alimentares e curativas que deve ser consumida a kilo.
Diz Bíblia que Noé após o dilúvio a plantou.
Cada fruta traz uma informação não verbal para nos dar,  é uma informação molecular, e a uva pelos benefícios que já mostrou proporcionar ao nosso corpo, deve ser riquíssima nessa comunicação que vai até ás nossas células e as alimenta positivamente.
Podíamos dizer que a uva é um fruto - prevenção, a uva alcaliniza o meio interno, ou seja diminui a acidez interna, ninguém é doente, ninguém tem inflamação sem ser acido, nenhum cancro se desenvolve sem haver acidez, não sou eu que digo, foi um premio Nobel à muito tempo.

Avançamos tanto e não vemos aquilo que é simples, e que já foi tantas vezes repetido, que a doença é salvo raras exceções intoxicação e os sintomas são a luta do corpo contra essa matéria que entrou para o sistema humano, alterando a composição do sangue, da matriz extra e intra celular, levando o corpo humano a manter a sua homeostase mas à custa de inflamações e infeções.

Voltando ás uvas, elas são preciosas porque ajudam na limpeza, na limpeza da tal toxicidade que temos internamente. Duas crianças num lanche, uma come um iogurte e 3 bolachas e a outra come um bom cacho de uvas, qual das duas se está a intoxicar, qual das duas se está a nutrir? Vocês já sabem a minha resposta, as uvas têm uma ação laxante, diurética, ajuda a limpar a vesicula biliar, regenera os tecidos e facilita a eliminação de matérias que não interessam ao corpo a sair, porque melhora a capacidade dos emunctórios, dos órgãos que a Natureza nos deu para nos limparmos.
A uva tem uma ação profilática na arteriosclerose, na angina de peito, infartos, no cancro, nas artrites, nas litíases, nos eczemas, na obstipação, nas hemorroidas, na anemia.
Os doentes de rim podem comer uvas, mas resulta-lhes bem melhor bebe-la em sumo, este deve ser feito e bebido de imediato.

Johanna Brandt uma "enfermeira de armas" que lutou politicamente no seculo passado, desenvolveu um cancro de estomago e diz ter-se curado com a "Cura das uvas", mais tarde escreveu um livro onde conta a sua historia pessoal e dá incentivo a outros para que se curem como ela.

A Cura das uvas consiste numa monodieta onde por duas semanas ou mais a pessoa só come uvas, unicamente uvas. Pode-se dizer que é um jejum, com a intenção de enganar e matar as células cancerosas.
De uma forma bem simples podemos ver como a uva atua no cancro, as células cancerosas alimentam-se essencialmente de açúcar, precisam de 15 vezes mais açúcar que as células normais, e a uva é rica em açúcar, quando estas células deixam entrar o açúcar também deixam entrar um arsenal incrível de nutrientes que envenenam as células cancerosas, elas não têm outra opção ou comem os nutrientes das uvas ou passam fome, porque a pessoa por um tempo não vai comer mais nada senão uvas.
Deve ser feita na época das uvas, sem agroquímicos, principalmente uvas vermelhas ou pretas, comidas com a pele e com a semente.
Tanto a uva como os seus compostos têm sido atualmente estudadas cientificamente, não só no cancro, como pode ver aqui, como em outras patologias como a Tensão alta, artérias entupidas, etc, etc,, a uva é boa em qualquer dos casos.

Falei na cura das uvas, mas eu não a recomendaria sem haver uma analise detalhada da pessoa, nos dias de hoje há muita desnutrição, ou seja nós comemos mas pouco assimilamos, e do que assimilamos nem tudo é bom, essa é outra causa das doenças, a falta de nutrientes apropriados e na quantidade que necessitamos, além disso a qualidade do que comemos mesmo sendo frutas, verduras e sementes não nos proporciona as vitaminas e os minerais necessários porque os terrenos atualmente estão pobres, e uma terra pobre não passa os minerais adequados à planta, que por sua vez não passa a nós e é por tudo isto que estamos doentes, porque  máquina humana e o planeta Terra foram feitos perfeitos, nós seres humanos é que temos de evoluir e ver além da parte económica.

Em Portugal, estamos na época das uvas, há que come-las, há que fazer delas uma refeição, pode trocar o pequeno-almoço que come todos os dias por uvas, pode sair da rotina de jantar a sopa congelada e comer um bom prato de uvas, tire bago a bago e com carinho ponha numa caixinha e mande para o lanche do seu filho, diga-lhe que as uvas vão fazer ele dar mais voltas à pista na aula de educação física, que o açúcar da uva vai fazer ele um aluno melhor.


As uvas devem ser preferencialmente de agricultura caseira e de "raça" antiga, não aquelas uvas de supermercado sem pevides, não é destas que estou a falar; há mercados tradicionais em todas as terras onde se vendem felizmente produtos ainda bons e mais baratos, ao comprarmos aqui estamos ajudar negócios pequenos e estamos a comprar melhores produtos e uvas em Portugal abundam...Felizmente

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Um Jornal em Espanha mostra a conclusão de um estudo: Omeoprazol tomado mais de 2 anos provoca Demência e não só

O que está dito abaixo foi traduzido de um Jornal Espanhol - El diario Montanes - que pode ver aqui:

" O alarme foi lançado em uma das cinco revistas medicas de maior prestigio no Mundo "JAMA" o que não é a Bíblia da medicina, mas faz parte dos seus livros sagrados. Por isso ninguém pode duvidar da autenticidade da publicação. A toma continuada por dois ou mais anos de Omeoprazol, o segundo medicamento mais consumido no Mundo depois do Paracetamol, usado em problemas gástricos, favorece a demência, danos neurológicos e também pode causar anemia.
A noticia não surpreendeu os médicos que "Há cinco anos, talvez mais" já se apercebiam de todos estes efeitos secundários, por isso devem tanto os profissionais de saúde como os pacientes fazerem "um uso mais racional do fármaco" é o que diz o presidente da secção de Medicina de Família e Comunidade da Academia de ciências médicas de Bilbao, José António Estévez.

O aparecimento do Omeoprazol diz o especialista foi uma revolução no tratamento de ulceras gástricas e hérnia de hiato, que são as suas principais indicações. Para a primeira, porque as lesões estomacais dão muita dor e a doença diminui a qualidade de vida. Era um drama, as pessoas que viviam com ulceras tinham cara de amarguradas. O maior avanço foi no tratamento da hérnia de hiato, visto que a terapia principal era cirurgia que dava muitos maus resultados. " Eu vi muitas pessoas inclusive jovens morrer na sala de cirurgia, porque era um procedimento muito invasivo" lembra Estevez.

Os resultados obtidos com este fármaco "foram tão bons todos estes anos" que os médicos " começaram a prescrever de forma inadequada para prevenção" - principalmente destas doenças, mas também para outros sintomas como acidez estomacal.

A organização Kaiser Permanente, um provedor de serviços nos Estados Unidos da América e referencia mundial na avaliação sanitária decidiu avaliar os riscos para a saúde do uso a longo prazo deste fármaco; e os resultados do estudo foram publicados na revista da associação Médica América, por sua sigla em inglês, "JAMA".
Os investigadores queriam comprovar, pois já suspeitavam que a toma prolongada de Omeoprazol provoca carência da Vitamina B12 - Cobalamina - que é essencial para o crescimento da pessoa e essencial para o desenvolvimento normal do sistema nervoso. A B12 obtém-se numa dieta com carne, peixe, leite e fígado. No entanto pessoas mais velhas têm deficiência de vitamina B12 que se manifesta com o aparecimento de fadiga, cansaço, diarreia ou feridas na boca, "sintomas tão comuns que podem induzir em erro o medico."

O CONSELHO MÉDICO

Estudos que haviam sobre o assunto eram pequenos e Kaiser Permanente decidiu fazer um maior para que dar resultados mais definitivos. Ele reuniu um grupo de 25.956 pacientes com deficiência de Vitamina B12 e comparou com outro grupo de 184.199 pessoas sem essa deficiência. Seguiu a todos durante quatro anos entre 1997 e 2011 e os resultados não deixaram duvidas.
Como se esperava, o fármaco- Omeoprazol - anulava o ácido gástrico necessário para a absorção de vitamina B12 e a sua falta favorece a aparição de demência, anemia e danos neurológicos. Entre 10 a 15% das pessoas adultas têm deficiência da Cobalamina. Ao compara os dois grupos se estudou que 65% das pessoas que haviam tomado o Omeoprazol durante dois ou mais anos apresentava um maior risco de défice vitamínico. A toma de 1,5 comprimido ao dia implicava um risco de 95% de apresentar carências.

Deve deixar-se de tomar Omeoprazol? José Antonio Estevez diz que não, "Bem, agora os médicos têm que refletir sobre a forma como o vamos receitar e ajustar bem as doses, fazer interrupções no seu consumo e utiliza-lo só quando seja justificado." Definitivamente devemos usa-lo de maneira racional, como tratamento e não como terapia preventiva."


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

As Férias, a Água do Mar e o Não tomar Banho


Adoro o meu tempo de férias, a qualidade de vida que dou ao meu corpo. Férias para mim é sinonimo de praia, de boa alimentação, de exercício, de andar descalça e de não tomar banho. Todos os dias caminho 2 horas junto ao mar, descalça para poder descarregar tudo o que é mau à Terra e ando ao sol sem protetor solar para fabricar Vitamina D, que mais que uma vitamina é uma hormona extremamente importante no nosso corpo; eu sou defensora do apanhar Sol, pois quando devidamente usado é meio de cura, as pessoas que não apanham sol dificilmente são saudáveis.

Amo o mar, a sua beleza, o seu cheiro, o seu som, o ar que respiramos junto ao mar está carregado de iões negativos que tem um efeito relaxante sobre nós.


Tomar banho ou fazer exercício no mar é uma das coisas mais maravilhosas e terapêuticas que podemos usufruir, tem uma ação sobre todo o nosso corpo, a agua fria em contato com a pele provoca no corpo uma reação de defesa que aos primeiros instantes atrai o sangue à superfície, por isso a pele tende a ficar vermelha, ninguém consegue ficar stressado a tomar banho de mar, por isso eu tomei muitos, muitos banhos de mar.

Por tomar muitos banhos de agua de mar, tomei poucos ( nem vou dizer quantos por vergonha, num mês foram tão pouquinhos) de agua clorada. Antigamente depois do meu dia de praia eu tomava um bom duche, tirava toda e qualquer vestígio de agua salgada e pensava que era o que devia de ser feito. Mas já não penso igual, como posso eu achar que uma agua cheia de cloro, fluor e sabe-se lá mais o quê sobre a minha pele pode ser melhor que a rica agua do mar? Quando saio da praia limpo bem os pés para tirar a areia, se ficar suja em algum local com certeza que passo com o chuveiro, mas só nos locais onde tenho necessidade, caso contrario o banho é feito no mar, lavo os sovacos, os genitais, a boca, esfrego o couro cabeludo, tento que a agua entre e lave tudo, depois em casa aplico óleo de coco.

O que me levou achar que isto era o certo? A importância da água do mar
O nosso plasma sanguíneo é muito similar à agua do mar, na teoria da evolução diz-se que a primeira célula surgiu no mar e todos nós indiretamente dessa célula, se foi assim não sabemos, mas o que é certo é que cada um de nós tem nas suas veias um fluido salgado que combina o sódio, o potássio e o cálcio numa proporção semelhante á da agua do mar, por isso nossas lagrimas, nossas secreções, nosso suor, nossa urina e até nosso sangue tem um sabor salgado.
A Agua do mar é antibiótica e bactericida, inibe a proliferação bacteriana, elimina as bactérias nocivas e respeita as boas, mata os parasitas que vivem em nossa pele, na mucosa nasal e em redor dos olhos.
Contém todos os minerais da tabela periódica de Mendelve, tanto os macro como os micronutrientes, por isso a agua do mar é rica numa relação equilibrada com um PH de 7,5 praticamente igual ao PH do nosso sangue. Coincidência?

Também é um nutriente, no seculo passado René Quinton receitava um soro ás crianças raquíticas, curando-as, chama-se o soro de Quinton, depois descobriu-se que era agua do mar.

Muito mais podia ser dito sobre a agua do mar, mas aquilo que quero passar é que a agua do mar é terapêutica:
- Ajuda na eliminação de toxinas.
- Devido á sua densidade facilita o relaxamento e a recuperação muscular.
- Melhora a capacidade respiratória.
- Melhora a circulação sanguínea.
- Alivia dores musculares e reumáticas.
- Excelente para a psoríase.
- Revitaliza os tecidos corporais.


Entendo perfeitamente quando o Dr. Marcelo Rebelo de Sousa diz que aquilo que o leva a ter vitalidade é o fato dele tomar banho de mar todos os dias, desloca-se diariamente de Lisboa onde trabalha até à linha do Estoril e  na sua hora de almoço toma o seu banho  numa dessas praias, seja verão ou inverno.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Tratamento Natural para Dor de Cabeça


Um dos transtornos de Saúde mais comuns, aquele que acredito que toda a pessoa uma vez na vida teve é a dor de cabeça.
A dor de cabeça não é uma doença, a não ser que tenha batido com ela, é um sinal de aviso, uma luz amarela ou vermelha que se acende para nos informar que algo não está bem e normalmente não é com a cabeça; fomos tão bem criados que temos sensores de aviso e como qualquer aviso tem de ser levado a sério, por isso é perigoso desligar a luz sem levar em conta o aviso.

A pessoa come alimentos que o corpo não digere bem, dorme em lenções perfumados quimicamente ( amaciadores de roupa) durante oito horas e com a janela do quarto fechada, no outro dia de manhã tem dor de cabeça - é normal. Esta pessoa tem uma tecnologia metabólica perfeita, não tem problema algum, o real problema está nas condições erradas que damos ao corpo.
Qualquer solução farmacológica não melhora este desequilíbrio, pode anular-lhe a dor de cabeça e desta forma a pessoa continua a fazer os mesmos atos, mas pensemos um pouco, a dor de cabeça veio para nos dizer: " não faças isso, porque isso prejudica o teu corpo, vai-te levar a problemas mais graves..." e nós anulamos esta comunicação.

Por vezes, também nos surgem as "boas dores de cabeça", foi o que aconteceu com um medico do seculo passado, o Dr. Max Gerson, o famoso pai da Terapia Gerson muito usada em cancro, mas ele desenvolveu essa forma de favorecer a saúde e ajudar o corpo a resolver o cancro quando tentava buscar uma saída para o seu problema, que eram as suas dores de cabeça.
Se Max Gerson tivesse conhecido Louis Kuhne tinha resolvido rapidamente as suas famosas enxaquecas.

Louis Kuhne é um pai bem antigo da Medicina Natural, como meio de ajuda ao reequilíbrio do corpo usava um dos agentes da Saúde - a Agua. A Agua faz milagres quando bem usada, no local do corpo certo e na temperatura certa, a técnica chama-se Hidroterapia. Então vejamos o que Kuhne diz sobre as dores de cabeça:
" por isso, em milhares de pessoas que tratei com dor de cabeça, observei que um único banho de acento com fricção é suficiente para fazer com que cessem imediatamente as dores mais violentas e os ataques mais fortes de hemicrania. Quando, nestes casos eu dizia ás senhoras que somente tomando um banho de assento com fricção as dores de cabeça acabariam zombavam elas de mim, mas ao fim de meia hora depois do resultado do banho entendiam o sentido de minhas palavras."

AS CAUSAS DA DOR DE CABEÇA
Há muito que a Medicina Natural diz que as dores de cabeça, tanto as cefaleias como as enxaquecas derivam de um transtorno físico ou emocional, que tem como causa principal as fermentações intestinais derivadas de más digestões pela ingestão de alimentos antinaturais ou por excesso de comida, junto com uma deficiente eliminação dos resíduos que leva à produção de gases ou fermentações.
Outras causas podem ser o ar viciado que se respira, o tabaco, o álcool, a pilula, os ruídos persistentes, as tensões emocionais, o dormir pouco ou o dormir a horas inapropriadas.
Ás vezes as dores de cabeça indicam-nos desequilíbrios mais profundos, que se mantêm há muito tempo, e assim a busca pela causa é mais complexa e difícil, precisamos de uma análise mais aprofundada, perceber quem é o doente, em que ambiente social e familiar vive, como ele come, como bebe, como respira, como está a sua coluna, como são as suas relações psicológicas, sociais, espirituais e sexuais.

O que Fazer para ajudar o corpo a não ter dores de cabeça
O tratamento descrito abaixo, pode ser feito por todas as pessoas, independentemente da causa da dor de cabeça.
Comecemos, pelo mais importante que é alimentação, então convém deixar de lado os fritos, as carnes (todas), os lácteos, os açucares e todos os alimentos refinados e industrializados. Aumente o consumo de frutas e verduras, coma fruta ao pequeno almoço, almoce salada com arroz integral, com lentilhas, com milho cozido, com grão cozido, junte uma verdura cozida como brócolos, couve flor, etc... lanche fruta e jante sopa ou leites vegetais.
Beba água, beba em jejum e fora das refeições,  entre as aguas engarrafadas escolha aquela que tiver um Ph mais alto.
Respire - Faça respirações profundas, a cada hora do relógio, lembre-se de fazer de 3 a 10 respirações profundas do tipo 4 - 7 - 9, isto é na inspiração conte até 4, conte até 7 e mantenha o ar, expire devagar e profundamente contando até 9.
Todos os dias tem que evacuar 1 ou 2 vezes, se não fizer, tome em jejum agua com limão e 1 colher de azeite extraído a frio, depois 1 colher de sopa de sementes de linhaça triturada e 3 ameixas secas hidratadas da noite anterior.
Nas dores de cabeça é extremamente importante manter os pés e as mãos quentes.
Num episódio agudo de dor de cabeça, coloque os pés em agua bem quente durante 5 minutos, depois alterne e coloque 1 minuto em agua fria, volte á agua quente e assim sucessivamente por 30 minutos. Tem de ir juntando agua quente para ir reaquecendo e pedras de gelo á agua fria. No final seque muito bem os pés e calce umas meias. Enquanto tem os pés na agua, coloque uma compressa fria na testa ou em volta da cabeça, até pode envolver uma pedrinhas de gelo na compressa, e ir mudando conforme vai aquecendo.
Este é o melhor tratamento físico que conheço, em tempos usei a acupuntura e as agulhas também reequilibram o excesso ou a deficiência da circulação do Qi (energia) e de sangue do corpo, o que provoca o desequilíbrio e a dor, mas a hidroterapia é fenomenal, e como a acupuntura só tem de ser bem aplicada.
E, porque todos os nossos desequilíbrios, e a causa de todas as nossas doenças reside no Centro, nas vísceras e na inflamação persistente do nosso aparelho digestivo, temos de completar o tratamento com aplicação de cataplasma de argila sobre o ventre durante toda a noite. A argila vai desinflamar e diminuir a temperatura dos intestinos, tendo assim uma ação direta também sobre o sistema nervoso, o stress que existe muitas vezes não é devido a problemas da vida, mas a problemas da vida celular interna, com a inflamação intestinal vamos ter um sangue viscoso que não oferece a mesma quantidade de oxigeno ás células o que  abre caminho a um mau estar geral, que vamos resolvendo à medida que desinflamamos os intestinos.

De qualquer forma, nós somos mais que o corpo, e assim temos também de olhar a nossa Vida, temos de gostar de viver, de perdoar, de esquecer o passado e perceber que o Agora é tudo, temos de Amar, amar as nossas células, os nossos órgãos, nosso corpo, nossa casa, nossa família, nosso pais, nosso planeta, nosso Criador. Lembremo-nos de uma frase de Platão que diz: "Todas as doenças vêm do corpo, da mente e da alma." 

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Ir contra a doença ou favorecer a Saúde?


Nestas ultimas duas semanas, tenho sentido alguma preocupação, porque parece-me que as coisas estão a evoluir tão negativamente no campo da saúde das pessoas, que é urgente mudar-se o paradigma estrutural que estamos a viver.
Uma mulher de 38 anos morre no Hospital de Vila Franca de Xira com Cancro no útero, deixa 3 filhas menores, a mais pequena com 20 meses, ou seja há menos de dois anos ela foi mãe e agora morreu - é duro.
Mulher com 35 anos, após diagnostico de degeneração de disco da coluna, descobre que tem fibromialgia e um tumor no ouvido.
E, podia continuar a contar historias...

Não critico os médicos, mas a estrutura que está implantada chamada Serviço de Saúde, que é o de "fazer algo" quando a pessoa está doente; mas mais importante do que "retirar a doença" é o de Favorecer a Saúde. É como entrar numa casa escura, não temos que ir contra a escuridão, mas abrir as janelas para entrar a luz e com a luz a escuridão vai embora.
As pessoas estão muito bem educadas para seguir o que é chamado atualmente de Medicina, toda a gente busca os anti-qualquer coisa, são anti-hipertensivos, os anti-diabéticos, os anti-inflamatórios, buscam as pilulas milagrosas e chamam-lhes "tratamento". Conhecem alguém que tenha iniciado o "tratamento" da diabetes e esteja curado? Conhecem alguém que tenha inicializado o "tratamento" da hipertensão e esteja curado? 

Mas tenho esperança, porque vejo que a Medicina Natural Genuína herdada da escola Hipocrática tem tido nos últimos anos um extraordinário avanço, muitas pessoas estão a mudar o seu estilo de vida e a procurar viver respeitando as Leis Naturais e percebendo as nossas necessidades genómicas, de forma a ter uma melhor saúde, porque ter saúde significa estar-se bem fisicamente, emocionalmente e espiritualmente.

Fico feliz em ver que neste momento a Medicina Natural está a ser defendida por médicos, médicos do Mundo inteiro, que estudam e que olham o nosso corpo, o interior das nossas células e descobriram o ADN, onde estão as instruções que dizem ao corpo como tem de funcionar e como deve ser a nossa alimentação, mas acontece que nós, na sociedade atual estamos  alimentar-nos contra as instruções da nossa própria genética e isso nos leva a doenças, e são os médicos, os pesquisadores que estão a dizer isso. Não temos doenças por azar, temos doenças por mau funcionamento do corpo como consequência do ar poluído que respiramos, da comida toxica e incorreta que comemos, pelo estilo de vida errado que levamos.

Por isso é que para mim a Medicina Natural é aquela que oferece uma alternativa real, ela baseia-se no principio da saúde, não no da doença, porque o objetivo é atacar as causas que alteram a saúde e não tanto sufocar os sintomas que estas produzem. Por exemplo, uma criança com processos alérgicos, se atuarmos nos sintomas vamos dar anti-histamínicos e corticoides que vão anular os sintomas, mas estes não são a doença e se não agirmos sobre aquilo que está a destabilizar o metabolismo e levar a quadros alérgicos, vamos ter uma criança com alergia, depois com asma e eczema ou dermatites e o problema continua. Porquê? Porque anulamos os sintomas, sem levar em conta as causas. Quando a pessoa diz:" estou a fazer um tratamento..." devia de dizer: "estou anular os sintomas que me incomodam". É bem sabido que as alergias derivam de problemas intestinais, principalmente de permeabilidade intestinal, surge em crianças que foram amamentadas por pouco tempo e que bebem muitos lácteos, farinhas refinadas, etc... são crianças com inflamação intestinal que faz com que as uniões estreitas da mucosa intestinal se altere e deixe passar macromoléculas o que altera a resposta imunitária. A Causa é esta e é aqui que algo tem de ser feito. Pode até tomar anti-histamínicos e corticoides e durante um tempo andar bem, mas somente está a sufocar um processo do corpo, porque se a inflamação intestinal continuar devido alimentação inadequada, os problemas vão reaparecer, como rinite ou como sinusite ou eczema - Nada foi curado, o problema continua latente, por isso se fala em doenças cronicas, doenças que não se curam - errado - as doenças curam-se, não se curam porque não agimos na causa. É fácil de perceber?

É meu objetivo, transmitir e passar aquilo que sei sobre os métodos de recuperar a Saúde e que são os mesmos que os agentes da Vida, como o ar, a agua, alimentação saudável, o sol, a terra, o exercício físico e as plantas medicinais - tudo isto devidamente usado dará Saúde ao doente, dará a Saúde a quem realmente a busque.



terça-feira, 1 de julho de 2014

3 Alimentos que podem ajudar na Dor Oncológica

Se ser portador de cancro é mau, suportar as dores do cancro é bem pior, estas dores tem como causa o próprio cancro ou os tratamentos que a pessoa fez contra o cancro.
Causas da dor:
- O tumor pode invadir e comprimir tecidos vizinhos provocando dor.
- Dor por cirurgia ou biopsias.
- Dor por lesão dos tecidos ou nervos devido à radioterapia ou quimioterapia.
- Dor inflamatória.
- Dor por lesão nos órgãos.

A dor é um sintoma muito temido, o grande sofrimento associado ao cancro é precisamente a dor, em fases muito avançadas ou em cancros que foram "tratados" e que reapareceram as dores são muito intensas e quase todos os doentes precisam de analgésicos. Começa-se com analgésicos anti-inflamatórios, depois com opioides, até que chega á morfina, e por vezes nem esta consegue surtir o efeito desejado.

Controlar estas dores não é fácil, a Medicina Natural tem outras ferramentas para controlar as dores, mas a pessoa precisa de um assistente 24 horas porque os tratamentos têm de ser contínuos, para que o quadro inflamatório e doloroso ceda.
Alimentação tem sempre um papel importante, tem de ser totalmente anti-inflamatória, nada de carne, nada de lácteos, nada de açúcar, muito sumo verde, muito sumo de beterraba e cenoura, entre outras coisas.

Três coisas que uma pessoa com cancro ou em processo de quimioterapia, radioterapia pode tomar para ajudar:

PAPAINA
É uma enzima extraída do mamão e tem uma ação proteolítica e anti-inflamatória, em estudos em vitro mostrou impedir o crescimento de tumores e até reduzir o seu tamanho.
A papaína é um excelente auxiliar digestivo, o que se torna bastante importante nas pessoas que fazem quimioterapia, os medicamentos quimioterápicos lesam as células do trato digestivo e a papaína as regenera.

GENGIBRE
As prostaglandinas são moléculas que indicam ao cérebro onde a dor está localizada, e o gengibre mostrou reduzir o numero destas prostaglandinas, assim como a dor a inflamação.
Gengibre, tomar chá de gengibre é a melhor forma de controlar as náuseas associadas à toma da quimioterapia.

CÚRCUMA
É uma especiaria amarela, que tem um principio ativo que é a curcumina com propriedades anti-inflamatórios a anti-dor, porque entre outras coisas bloqueia de forma natural os efeitos da enzima COX2, algo que se tenta fazer com medicamento químicos como o Celebrex e o antigo Vioxx que foi retirado do mercado, pois são medicamentos que aumentam o risco de problemas cardiovasculares, principalmente tromboses.
A curcuma é antioxidante e combate a deterioração fisica associada ao cancro. Tome diariamente 1 colher de chá dissolvida em agua.

A papaína, o gengibre e a curcuma podem ser usados tanto na dor oncológica como em qualquer outro quadro inflamatório doloroso.



segunda-feira, 23 de junho de 2014

Uma Vitamina pode ajudar a prevenir Miomas Uterinos


Muitas mulheres ficam sem o útero, fazem uma histerectomia e nunca mais são as mesmas novamente, nunca mais menstruam e nem reproduzem.

A histerectomia é indicada em caso de:
- Cancro de útero.
- Hemorragias incontroláveis.
- Crescimentos não malignos do útero e dos anexos, como miomas, fibromas, etc...
- Prolapso pélvico.
- Outros problemas de útero.

Mas são os Miomas, que são tumores não cancerosos a principal causa das histerectomias.
É uma cirurgia que pode ser abdominal ou vaginal, e que tem os riscos próprios das cirurgias, assim como a possibilidade de complicações como lesões no intestino, na bexiga, nos ureteres e infeções.

Eu defendo a Medicina Natural e a Natureza do corpo humano, e cirurgia é sempre uma agressão ao corpo, logo a minha  ultima opção, primeiro deve-se tentar todas as ferramentas possíveis para restabelecer o que está errado, e o que alguns  pesquisadores descobriram é que há uma ferramenta de prevenção e regeneração para as mulheres com miomas, uma ferramenta chamada "Luz do sol".

Quando é que vamos perceber que " a Vida ao Natural" é a grande prevenção?

Um estudo feito em mulheres, pelo pesquisador Baird da Universidade Médica da Carolina do Sul, concluiu que  a Vitamina D seria uma excelente prevenção de miomas, e disse:
" Seria maravilhoso se algo tão simples e barato como obter um pouco de sol em sua pele todos os dias possa ajudar as mulheres a reduzir a chance de desenvolver miomas."
Outro estudo, pode ver aqui feito com ratos, aos quais se fez crescer miomas, depois a metade deles foi dada vitamina D e os miomas reduziram drasticamente em comparação com os outros ratos que não tinham recebido a Vitamina D.
Será que no futuro, o ginecologista, vai escrever na receita trinta minutos de sol todos os dias?

Estamos na descoberta da vitamina D, que não é uma vitamina, mas sim uma hormona, e neste momento ela tornou-se famosa para quase todos os problemas de saúde, podemos pensar que é uma aldrabice, mas o que estudos vêm mostrando é que nós precisamos dela no nosso corpo, e que muitas coisas começam a funcionar mal, quando não está presente em quantidades necessárias; a Natureza não erra, possivelmente era pressuposto vivermos muito mais ao ar livre, ao sol, e não fechados em casas com ar condicionado e com luzes artificiais, por isso um défice tão grande de vitamina D.
Se queremos prevenir doenças, temos de aceitar um dos médicos mais importantes da Natureza que é o Sol e desta forma criar condições para que o corpo fabrique vitamina D.
A ideia é apanhar sol, não é tomar suplemento, não estou a dizer que em situações especiais não seja necessário, mas o sol, será sempre o sol...o homem emita mas não é a mesma coisa.

Para mim, que sou mulher com 44 anos, e para si que também é mulher, uma das ferramentas importantes na prevenção dos miomas, é manter os níveis normais de vitamina D, para isso basta 30 minutos de exposição solar diariamente. Escrevam na agenda, naquele livrinho que a maioria das mulheres têm, onde escrevem os afazeres, eu já escrevi no meu e quando me exponho, coloco um certo, quando não um ponto de interrogação, porque não disponibilizei 30 minutos das 24 horas do dia, para me beneficiar em tantas coisas?
Sim, porque o alivio dos miomas não é o único beneficio que se recebe, vitamina D é o segredo para a prevenção da maioria das doenças autoimunes, doenças cardíacas, esclerose múltipla, hipertensão e até cancro, por isso não se esqueça:
Encha-se de D, seu corpo vai agradecer da cabeça aos pés.