sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Um estudo de 22 investigadores levou a OMS a fazer o alerta: A carne pode provocar cancro



A OMS ( Organização Mundial de Saúde) alertou para o fato da carne vermelha como vaca e porco, e a carne processada como salsichas, enlatados, linguiças, etc serem cancerígenas para o ser humano.
Muitos não gostaram do que foi dito, percebe-se, quem tem uma empresa de enchidos fica preocupado com o seu futuro, e em Portugal são muitas as empresas familiares que se dedicam a este sector, muitas pessoas também não gostaram, porque querem continuar a comer uns bons chouriços, uma boas febras na brasa sem ficarem com peso de consciência.
Eu fiquei muito satisfeita, para mim foi uma verdade que saiu à rua, demoramos mas havemos de lá chegar, de chegar a uma alimentação que leve à saúde, à energia, à boa disposição e não fomentarmos uma alimentação que leve à doença e à destruição da raça humana.
No antigamente, as pessoas tinham um porco e sua carne tinha de durar para todo o ano, faziam enchidos, mas sem os aditivos químicos que hoje são adicionados, a situação era um pouco diferente, se bem que a carne de vaca e principalmente a de porco sempre foi problemática. Já a Bíblia no antigo testamento proibia a carne de porco e nos dias de hoje ainda há povos que não a comem.

A OMS deu o alerta baseado num estudo feito por 22 investigadores de 10 países diferentes.
O Estudo mostrou que por cada 50 gramas ingerida de carne processada o risco de desenvolver cancro  do colon aumenta 18% e consumir 100 gramas de carne vermelha o risco aumenta 17%. Repare, quem é que come um bife de 100 gramas? Ninguém. Olhemos os pratos...quantas gramas de carne lá estão? E quando se come ao almoço e repete-se o mesmo ao jantar? Serão quantas gramas de carne por dia? 

Eu faço parte do prato da balança daqueles que defendem que o homem não foi feito para comer carne, ou então come-la somente quando não tem outros  alimentos, o que não é o nosso caso.
Como é que nós ainda não entendemos qual é a nossa espécie? Como é que avançamos tanto em tecnologia e ainda não aprendemos a comer em harmonia com a nossa anatomia, fisiologia e processos bioquímicos?

Pensemos nisto, reduzamos a carne e não toquemos em enchidos, fiambres, linguiças, etc... e caso o façamos que seja de boa qualidade e muito poucas vezes. Para quem tem doenças cronicas, cancro, artrite, artrose e doença cardiovascular o melhor é pensar em mudar, porque temos de comer carne ou peixe todos os dias? Que cultura é esta? Porque não comer uns feijões, uns legumes cozidos e uma boa salada?
Sei de crianças que comem todos os dias carne, já pensaram que saúde esta criança vai ter no futuro? Mesmo que não coma carne vermelha, que seja frango, eu já nem sei se o que se vende no supermercado é frango ou uma imitação dele, sei que é barato, por isso pode-se comer muito, mas pagamos a fatura no futuro, ainda mais cara.

Porque não restringir a carne  a 3 vezes por semana, alternando-a, uma vez frango (de preferência do campo), outra vez peru e outra vaca ou coelho. Coma a quantidade igualável à palma da sua mão e não ultrapasse essa medida. Nunca coma carne ao jantar, a carne é de difícil digestão, se for comida com amidos como batata, arroz, pão, massa então ainda agrava mais.

Será que devemos parar de comer carne de um momento para o outro?
Bem, o meu conselho vai mais para o ir-se reduzindo, mudanças drásticas podem não ser bem aceites pelo nosso corpo. Uma pessoa que come carne todos os dias não deve de um momento para o outro deixar de comer, e isto porquê?
Vejamos...o nosso corpo fabrica hormonas, muitas hormonas que são mensageiros, vão de um local do corpo a outro levando ordens de regularização, nosso corpo está habilitado pela Natureza a produzir essas hormonas, mas o que acontece quando você come muita carne e produtos animais? Bem com a digestão vamos transformar essa carne em coisas muito pequenas e que são os constituintes da carne como o são as proteínas, mas também as hormonas e nos últimos anos também as hormonas de  crescimento dos animais, bem tudo vai ser absorvido e passar ao sangue o que faz com que nosso corpo não tenha que produzir tanta hormona, já que é invadido por elas e você vive assim durante anos. De um momento para o outro deixa de comer carne e o corpo pergunta: Porque não me dão hormonas? Por isto muito gente diz que não pode viver sem carne, que precisa dela, que  precisa da proteina, eu diria que precisa das hormonas da carne, como "droga" claro, porque continuo a concluir que a espécie humana não foi feita para comer carne, mas deve de a deixar pouco a pouco.

Houve a libertação de uma Verdade - a carne prejudica-nos e pode provocar doenças - e quem veio como porta voz foi a OMS, fiquei muito feliz, estou cansada de ver o sol a ser tapado com a peneira. Mas, não é novidade, é conhecido por muitos, por muitas entidades do nosso Mundo, mas que infelizmente são pouco ouvidas...mas eu acredito que estamos no bom caminho...

Sem comentários:

Enviar um comentário