quinta-feira, 28 de março de 2013

Tratamento Natural de Eczema Atópico em Crianças

imagem retirada net

Eczema Atópico também conhecido por Dermatite Atopica, é um sintoma de um problema que se reflete na pele e atinge principalmente as crianças.
Não é contagioso, e a medicina convencional considera ser uma inflamação da pele de origem hereditária, com causa desconhecida.

O que sente uma criança com Eczema Atópico?
- Comichão e irritação
- Pele seca
- Lesões na pele, como bolhas, crostas e descamação.

Estes sintomas são incomodativos para a criança, e pode mesmo prejudicar o seu desenvolvimento físico e psicológico.
O prurido na pele pode começar antes das lesões cutâneas se manifestarem, mas o ato de coçar tem de ser controlado, porque quanto mais a criança coça mais mediadores inflamatórios são liberados e com isso mais prurido, formando desta forma um circulo vicioso.

A Medicina Natural considera o Eczema Atópico uma das manifestações do quadro alérgico. É muito comum esta mesma criança começar com eczema e alternar com rinites, conjuntivites, asma e diarreias.

O que agrava o eczema nas crianças?
- Contacto físico com tecidos sintéticos. Atenção à roupa de cama, aos pijamas e roupas interiores que devem ser de algodão. Neste momento o mercado oferece muitas opções mais económicas de vestuário e roupa de cama, mas também sintéticas.

- Cremes e perfumes - a maioria dos cremes mesmo para bebés têm substâncias irritantes para a pele. Não aplique demasiados cremes, perfumes, talcos, etc...

- Champôs e sabonetes - escolha opções mais saudáveis. Existem gamas naturais e anti-alergicas.

- Ambiente familiar - se a criança viver num seio familiar stressado, vai ter alterações no sistema imunitário que pode se refletir na pele.

 - Alimentação com substâncias intolerantes para a fisionomia da criança, o que leva ao quadro alérgico.

O que podemos fazer para ajudar?
- Arejar a casa onde vive o bebé, principalmente o quarto que tem de ser arejado diariamente. Cuidado com o tabaco e com os perfumes de casa que são contraindicados em todas as situações alergicas.

- Se for bebé, ter atenção à lavagem da roupa. O ideal seria lavar à mão com sabão azul e branco, ou na maquina com detergente caseiro. Não usar amaciadores perfumados.

- Amamentar - Uma boa prevenção é amamentar o mais possível. No entanto recomenda-se que a mãe não beba lácteos.

- Consumir Betacaroteno (Vit A) - tanto o lactante (através da mãe), como a criança, desde que surja problemas de eczema deve aumentar o consumo de Vitamina A, a melhor forma é consumir sumo de cenoura fresco.

- Tentar não usar medicamentos químicos, que unicamente suprimem o sistema imunológico, e pode levar a quadros crónicos no futuro.

- Lavar a pele com chá de camomila e dar banhos de emersão com agua e bicarbonato de sodio.

- Hidrate a pele com Óleo de Gérmen de trigo, e com gel de Aloé Vera.

- Retire os lácteos, substitua por leite de amêndoa. Não caia no erro de substituir pelo leite de soja.

- Se a criança come de tudo e tem dermatite, é importante suprimir de sua dieta o açúcar, fritos e principalmente tudo o que seja alimentos industrializados com aditivos. Aumente a ingestão de fruta.

Os pais  que cuidam do bebe devem evitar preocuparem-se demasiado com a dermatite e confiar no processo natural que o corpo tem para recuperar-se e curar-se a si mesmo. O excesso de preocupação pode levar a tomar medidas drásticas como a aplicação ou toma de medicamentos que só suprimem a capacidade auto curativa do  organismo.
Há que recordar que o sistema imunitário também se está a formar e a crescer junto com a criança, por isso é importante que o respeitemos e não que o suprimamos.

Como em todos os outros desequilíbrios de saúde, o eczema nos bebes e nas crianças é resultado do "estilo de vida", isto é a criança convive com substâncias alérgenicas que podem ser alimentares ou exteriores, as quais devem ser eliminadas. Como vivemos num mundo meio toxico e onde é difícil controlar na totalidade estas substâncias, aconselho para ajudar no controle, medicamentos homeopáticos. A homeopatia é excelente nas crianças e sem os efeitos secundários associados aos fármacos.

Exfoliante Caseiro para o Corpo

imagem retirada net

"Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir"

Esta é uma das regras básicas para quem não quer aumentar as suas toxinas internas.
Infelizmente os produtos de beleza têm uma ação negativa na nossa saúde, pois todos ou quase todos são compostos com produtos sintéticos.
Mas, há solução, no mercado existem marcas que só usam produtos naturais, no entanto pode sempre optar por uma solução mais caseira, económica e eficaz, como a que lhe vou mostrar a seguir:

Exfoliante para o corpo
- 100Grs de sal marinho moído fino  (na picadora)
- 100Grs de farinha de aveia ( se não tiver farinha, use flocos e triture na picadora)
- 1 colher se sopa óleo de amêndoas doces ou de azeite extra virgem
- 1 colher de mel

Misture todos os ingredientes e aplique sobre a pele húmida.
Massageie profundamente antes do banho, favorece a cura para algumas irritações da pele; o sal faz o polimento, a aveia suaviza e a massagem atrai o sangue à pele para que esta seja nutrida.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Tratamento Natural da Psoríase

imagem copiada net

Psoríase, deriva do grego psora que significa coceira.
É uma doença de pele, reconhecida pelas suas formações escamosas prateadas, com placas de diversos tamanhos. Esta escamação resulta de um crescimento e de uma produção anormal das células cutâneas.
Não é contagiosa.

A medicina convencional desconhece a causa deste crescimento acelerado, mas crê que tem como causa alterações no sistema imunológico. Considera-a doença cronica e inflamatória, por isso seus tratamentos assentam principalmente pela toma ou aplicação  cutânea de corticosteroides.

A Medicina Natural entende este problema como uma acumulação de CAUSAS e tenta equilibrar cada um delas.

Causa Alimentar - Não existe nenhuma cura sem que equilibremos nossa dieta, evitar carnes, lácteos, excitantes, café, tabaco, e comida industrializada. Aumentar as frutas, verduras e gorduras saudáveis.

Causa Alérgica - Muitos especialistas relacionam a psoríase a toma de vacinas e a outras medicações. Outra causa pode ser alergias ou intolerâncias a determinados alimentos.

Causa da Má Eliminação - Há que ajudar o organismo a eliminar toxinas, para isso temos de evitar a obstipação (evacuar 2 vezes ao dia), ajudar o trabalho do fígado e do rim e favorecer a sudoração.

Causa Mental-emocional - o Stress agrava e desencadeia a psoríase. É importante reorganizar nossa vida, fazer caminhadas, relaxar, evitar tomar excitantes e em alguns casos tomar plantas relaxantes.

NUTRIÇÃO PARA PESSOAS COM PSORIASE
- O doente deve perceber se existem alimentos que agravam a escamação, elimina-los por uma semana, verificar se melhorou e voltar a introduzir para ver se há um agravamento.
- Deve eliminar por um tempo, as carnes e até os peixes, assim como os lácteos e a farinha branca. Não tocar em fritos, álcool, açucares e todos os alimentos refinados e processados.
- Aumentar o consumo de frutas, verduras, germinados, arroz integral.
- Beber sumos de clorofila, como o suco verde, juntar algas.
- Suplementar com levedura de cerveja
- Juntar aos alimentos cebola e alho cru.
- Tomar diariamente 2 colheres de linhaça triturada, para obter os ácidos gordos essenciais e desta forma controlar a inflamação.

FITOTERAPIA PARA A PSORIASE
Sempre que há problemas de pele, ou seja sempre que o organismo escolhe a pele para eliminar, podemos ajudar derivando essa eliminação para outros órgãos, de forma a não sobrecarregar a pele e aliviar o problema, neste caso vamos usar plantas que atuam na pele, no fígado e no rim.
As mais importantes são:
A Bardana, o Dente-de-Leão, a Aloé Vera, o Cardo Mariano, Boldo e a Salsaparrilha.
Estas plantas podem ser tomadas em forma de chá (infusão), ou em capsulas.
A nível externo podemos lavar com agua do mar, ou dissolver sal marinho em agua e aplicar, devido à sua riqueza em minerais, podemos lavar a zona duas ou três vezes ao dia, depois aplicar gel de Aloé Vera.
O gel de Aloé vera, pode ser comprado já preparado ou cortar uma haste à planta, abrir ao meio e aplicar. Também pode misturar o gel da folha com vaselina liquida.
Algumas pessoas obtém bons resultados ao aplicar óleo de Ricínio ou Óleo de Gérmen de Trigo.
A Pomada de Camomila pode ajudar, visto que hidrata e atua como anti-histamínico. Acalma a inflamação e estimula a cura da pele. Aplique 3 vezes ao dia.

OUTROS CONSELHOS
- Tome banhos de sol semanais, os raios ajudam a sarar as manchas de escamas.
- Tome um banho de emersão quente com 2 Kg de sal, ao sair aplique azeite.
- Sempre que possa vá à praia
- Experimente aplicar nas zonas das placas, compressas húmidas em suco puro de couve.
- Um dos tratamentos mais antigos, é aplicação de argila e lavar com chá de calêndula.
- Ferva por 20 minutos em banho-Maria, banha de porco com um bom ramo de urtigas. Filtre e coloque num frasco de vidro. Com esta "pomada" esfregue as zonas afetadas.

Estes são alguns conselhos, no entanto a doença requer ajuda de profissional, de forma a ser criado um protocolo de tratamento direcionado à pessoa.

terça-feira, 26 de março de 2013

Alimentos que mantêm as taxas de Fibrinogénio equilibradas


O fibrinogénio é uma substância produzida pelo organismo para favorecer a coagulação do sangue. Uma produção muito intensa de fibrinogénio pode, no entanto, promover a formação de coágulos de sangue. Níveis altos de fibrinogénio estão relacionados com tromboses, independente se arterial ou venosa.

Estudos têm mostrado que um plano alimentar, onde se inclua determinados alimentos funcionais, ou seja com ação sobre a coagulação do sangue pode beneficiar a pessoa sem ter de recorrer a medicação. No entanto aconselho a falar com o seu medico e a verificar os valores.




 Ácidos Gordo - Omega3, podem contribuir para manter as taxas de fibrinogénio a níveis seguros.

Para mim, a melhor fonte de ómega 3 é a semente de linhaça.
Deve consumi-la crua e triturada.
Inclua diariamente 1 colher de sopa bem cheia.



Alimentos com Cumarinas - estes compostos químicos possuem atividade anticoagulante, vasodilatadora e antitrombótica.
Boas fontes são as frutas e os legumes, particularmente os citrinos e a salsa. o alho contem uma sustância com propriedades semelhantes.







Alimentos ricos em Vitamina E - reduzem o risco de formação de coágulos sanguíneos.
As melhores fontes desta vitamina são os legumes de folha verde, os brócolos e as amêndoas.





Alimentos ricos em Selénio - existem dados que demonstram que o selénio pode proporcionar uma boa proteção contra os acidentes vasculares cerebrais, além de ser um mineral antioxidante.
Fontes são: arroz integral, flocos de cevada, cebolas, brócolos, alho e castanhas do Pará.

segunda-feira, 25 de março de 2013

TRATAMENTO NATURAL DA OSTEOPOROSE

imagem copiada net

Um dos fantasmas das mulheres é a OSTEOPOROSE.
Esta doença que faz com que olhemos para o chão, e tenhamos cuidado com os passos que damos, pois em casos mais graves, escorregar e fazer uma fratura torna-se mais fácil.

Com o avançar dos anos, o corpo vai-se descalcificando e os ossos ficam mais porosos e frágeis, condição que temos de adiar ou prevenir o mais possível.

Nosso esqueleto é uma estrutura viva, todos dias perdemos e ganhamos cálcio, o problema dá-se quando perdemos mais do que aquele que ganhamos.
Ingerir cálcio é fácil, assimilar cálcio é bem mais difícil, depende de vários fatores, entre eles a exposição solar (vit D), exercício e uma alimentação balanceada com outros minerais.

Porque perdemos cálcio?
Perdemos, porque nossa vida cria condições internas que leva o organismo a ter de ir ao armazém dos minerais - os ossos.
Esta inteligência interna tem sempre razão e se cria uma condição como esta que é a osteoporose é para nos defender provavelmente de outra pior.
Vários fatores contribuem, entre eles alterações do sistema nervoso, falta de exercício, disfunções da tiroide, excesso de sal, açúcar, cafeina, uso de fármacos como os corticoides entre outros.

Sabe-se que o excesso de proteína contribui para a osteoporose, os esquimós são dos povos que mais cálcio tomam, mas são os que mais osteoporose apresentam; na Finlândia, Inglaterra, EUA o consumo de cálcio através de lácteos é enorme, assim como a descalcificação.
Podemos dizer que é um desequilíbrio de comportamento, pois nem todos os povos sofrem com o mesmo. Temos como exemplo os orientais, onde a percentagem de toma de calcio é pequena, e no entanto desconhecem a osteoporose.

 A Medicina Natural não aconselha a ingestão de lácteos para suplementar o cálcio.
Reconhecemos que o leite é rico em cálcio, mas como vivemos do que digerimos e não do que engolimos, este não nos serve. O leite não é um alimento digerível, além disso para absorvermos o cálcio este tem que vir junto com o seu aliado magnésio e no caso do leite esta união não acontece, o mesmo não se passa com as folhas verdes, que apresentam uma relação proporcional de cálcio e magnésio de forma a serem facilmente absorvidas.

 Enquanto somos jovens "a maquina" suporta e resolve as carências provocadas por nossas dietas inadequadas, mas com o avançar da idade, a eficiência do aparelho digestivo como a criação de ácido clorídrico, enzimas e poder de absorção vai diminuindo, o que leva a carências de minerais e a descalcificação.

Para falarmos em osteoporose, temos obrigatoriamente que falar em PH, mais precisamente PH ácido.
Toda a nossa vida atual tende a fazer o nosso corpo acido, somos tão contaminados diariamente que nossos sistemas de limpeza não dão conta do recado, o que faz com que o meio extracelular, ou seja os líquidos que banham as nossas células e o próprio sangue se tornem mais ácidos.
Quem vai compensar esta acidez é o cálcio que o organismo como ultimo recurso retira aos ossos. Deste modo concluímos, que além da ingestão de cálcio pela alimentação, temos que pensar seriamente em ter uma vida que contribua mais para que o nosso meio interno seja alcalino.

O que fazer, por onde começar?
Na osteoporose muito depende de duas coisas: a densidade óssea inicial e a velocidade com que se vai perdendo o cálcio.
Tanto uma como outra pode ser modificada pelo estilo de vida, beneficiada por tratamentos naturais que contribuem para o equilíbrio do corpo, assim como de plantas e alimentos direcionados para essa ajuda.

No entanto, você - o paciente - não deve ficar numa posição de "passivo" e não fazer nada por si, pois muita coisa pode fazer.
Se neste momento está com osteoporose, é porque no seu percurso de vida houve coisas que levaram a isso, e essas têm de ser alteradas, como por exemplo:

- Abandonar os hábitos tóxicos que têm resíduo ácido, como café, álcool, açúcar e sal. Todos estes fazem-nos perder calcio.

- Cuidado com o excesso de proteína - pense seriamente em ser vegetariana/o, ou reduzir as carnes, tipo comer 1 ou 2 vezes por semana e em muito pequena quantidade. Uma dieta proteica aumenta a perda de cálcio pela urina, especialmente se for proteína de origem animal, que produz maior quantidade de ácidos para ser digerida, cujo efeito colateral é tirar cálcio dos ossos.

- Mexa-se - a atividade física é uma das chaves para conservar a densidade óssea. Caminhar é das melhores coisas que pode fazer por si.

- Não tome lácteos, nunca se bebeu tanto leite e nunca houve tanta osteoporose, existem muitas outras opções, subtitua por leite de amêndoas (receita aqui) ou de sementes de sésamo (receita aqui) riquíssimas em cálcio.

- Introduza algas marinhas na sua alimentação.

- Diariamente coma frutos secos, avelãs, nozes entre outros.

- Beba suco verde - não posso deixar de incentivar uma bebida medicamento, riquíssima, e barata.

- No seu plano alimentar deve constar sementes de girassol e de linhaça, a  melhor oferta em ácidos gordos - ómega 3 - que todos precisamos, em todos os problemas de saúde.

- Apanhe sol - quando expomos nosso corpo ao sol, pode ser só os braços e as pernas, sintetizamos a vitamina D, uma hormona que ajuda na absorção de cálcio nos intestinos. Não concordo muito com os suplementos de Vit D, persista em apanhar sol.

- Como plantas para beber em infusão aconselho a cavalinha  e a urtiga, que são remineralizantes.

- A Alfalfa germinada, é um dos alimentos que deve introduzir diariamente.

- Uma mesinha caseira é tomar casca de ovo. Use a casca de um ovo de uma galinha normal, seque a casca no sol ou no forno, moa na picadora e junte 1 colher de café por dia deste pó aos seus alimentos.

Suplemento de cálcio? Eu não tomava.
Eles parecem simplesmente não funcionar, concordo com o que Dr. Jeffrey Bland diz que os suplementos dão uma falsa sensação de segurança ás pessoas - elas acham que esta é uma resposta fácil para a dificílima questão de como conduzir a vida.



sexta-feira, 15 de março de 2013

A Ciência da Saúde baseada na Naturopatia

imagem copiada net
O texto abaixo é baseado em Manuel Lezaeta

No caminho do progresso da Saúde existem três etapas:
1) Conhecer a verdade
2) Compreender a verdade
3) Realizar a verdade

Para chegar à meta gloriosa da saúde é necessário o conhecimento das Leis Naturais, a compreensão das mesmas e a pratica adequada dessas Leis, que a nossa vida "artificial" infelizmente colocou em ultimo lugar.

A sabedoria está na Natureza e não no Laboratório.
Para ser sábio de verdade, é preciso observar a obra do Criador - ou seja a Natureza - praticar as suas Leis imutáveis e adquirir a suficiente experiencia pessoal.

A Saúde vale mais do que a Vida, porque esta sem aquela não vale a pena ser vivida.

"Ignorância da Saúde" é a única e verdadeira causa de todas as doenças, que o homem sofre no decorrer da sua existência. Compreende-se então a importância que há em instruir a criança, o homem e a família em tão importante matéria.

A escola ensina à criança e ao jovem variados conhecimentos que se consideram indispensáveis para assegurar o êxito da vida; no entanto esse jovem e essa criança empreendem a jornada sem conhecer os meios de guiar e cuidar a delicadíssima maquina que o Criador pôs à sua disposição - o corpo - com o qual, cada individuo enfrenta e cumpre o seu destino.

Adoecemos não por obra do acaso, mas sim pelos nossos próprios erros de vida. A Saúde obtém-se através dos nossos atos, todos os dias e submetidos às Leis Naturais.

Temos, talvez seja urgente, criar a ciência do "VIVER SÃO" de Corpo e de Alma, e buscar essas fontes no regaço da Mãe Natureza.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Medicina Convencional está para Medicina Natural, da mesma forma que Louis Pasteur está para Antoine Bechamp


Pasteur foi um químico francês, e um dos importantes fundadores da microbiologia medica.
Bechamp foi um químico e biólogo francês, e o maior rival de Pasteur.
Porquê?
Pasteur defendia que a "doença era causada pelos microbios" e Bechamp defendia que tinha provas em como "a doença causava os micróbios".
Bechamp foi esquecido e Pasteur considerado o pai da medicina moderna.

Bechamp desenvolveu ao longo da sua vida a teoria de que os microrganismos podem mudar seu tamanho e sua forma dependendo da saúde do organismo hospedeiro, deixou uma frase celebre que diz: " O micróbio não é nada, o terreno é tudo."

Baseada em Pasteur, a medicina convencional considera  que toda a doença é causada por causa genética ou por "bichos" que entram vindos de fora e que atacam o corpo.
Fazem acreditar que existem centenas de doenças diferentes e que cada uma delas requer uma intervenção externa de drogas ou cirurgia. Por isso estamos a viver a era dos antibióticos e da industria farmacêutica.

Ao contrario, se à 100 anos atrás, "quem mandasse" tivesse adotado as teorias de Bechamp e trabalhos semelhantes de outros como Otto Warburg, Linus Pauling, etc, hoje seria do conhecimento publico que os sintomas das doenças se podem reverter e prevenir, se dermos ao corpo os nutrientes necessários para o trabalho celular e se equilibrar-mos o PH do terreno biológico.

Toda a Medicina Natural, está de acordo com aquilo que Bechamp defendeu, que a maioria das doenças ocorrem devido ao mau funcionamento causado por toxicidade celular e desnutrição celular, o que cria condições favoráveis para o desenvolvimento de bactérias e vírus.
Isto significa que as bactérias e os vírus não são os causadores das doenças , mas um produto delas.

Bechampo descobriu que todo o doente ácido, com ambiente interno de baixo nível de oxigénio celular normalmente criado por uma dieta toxica, com deficiência de nutrientes, junto com estilo de vida pouco saudável, cria e abre portas a todo o desenvolvimento de bactérias, fungos e vírus que por sua vez nos prejudicam, mas a causa NÃO SÃO ELES, a causa é o nosso meio Interno.

terça-feira, 12 de março de 2013

Tratamento de Miomas 3ª Parte - "Chás salvam Útero" - uma historia a ser lida por todas as mulheres.


"É algo que AINDA não posso afirmar ou testemunhar como tantas outras mulheres já o fizeram, mas espero e começo agora a acreditar que também o farei brevemente, uma vez que todos os sintomas desapareceram!"

É assim que começa a historia, contada na primeira pessoa da autora do blogue Noticias e Opinião. 
É a historia de um problema comum a muita mulheres.
Vamos ler a Historia?

" Há cerca de 4 anos, fui surpreendida com o diagnostico de uma Adenominose e o aparecimento de vários miomas no útero, com cerca de 3 cm de diâmetro cada.
A combinação, no meu organismo destes dois novos elementos causou-me grandes problemas a nível físico, psicológico e também financeiro uma vez que acabei por perder o emprego.

Sintomas
Os meus períodos menstruais tornaram-se demasiado longos e insuportáveis, pois os sintomas surgiam na semana anterior ao seu aparecimento. Por mais que me alimentasse sentia-me fraca e com constantes tonturas originadas pelas repentinas variações da tensão arterial, a qual, de um momento para o outro passava de demasiado baixa para alta e vice-versa. Estes sintomas iam-se agravando com a proximidade da menstruação e mais dois acabavam por se lhes juntar: as tortuosas dores que apenas perdiam um pouco sua intensidade após a ingestão de numeroso analgésicos e as "diluvianas" hemorragias, as quais passados poucos períodos menstruais , me provocaram anemia.

Gostaria de resumir ao maximo esta parte repleta de descrições depressivas e passar de emediato ás boas noticias mas não posso faze-lo, pois parece-me bastante pertinente partilhar convosco a informação que se segue.

Embolização Uterina
Fui a varias consultas de urgência no Hospital de Santa Maria, mas para além de me confirmarem a adenomiose e a presença dos miomas, me medirem a tensão arterial e me injetarem analgésicos, não me avançavam qualquer informação adicional ou plano de tratamento.
Para esse efeito, segundo a indicação dos médicos de urgência, deveria marcar uma consulta externa de ginecologia de modo a ser seguida daí em diante, por apenas um medico.

Assim o fiz, mas até à data da consulta, pesquisei uma serie de sites na internet e sondei pessoas, que de algum modo, pudessem facultar-me informação útil referente ao meu problema de saúde.
E ainda bem que o fiz, pois tomei conhecimento de que o mais indicado para o meu caso seria uma Embolização Uterina.


 Esta técnica tem a vantagem de ser pouco invasiva e apresenta menos riscos do que a cirurgia habitual para a extração dos miomas.
Consiste em interromper a circulação sanguínea que irriga os miomas, mediante a punção de uma artéria da virilha direita (artéria femoral), na qual se introduz um cateter e através deste se injeta uma substancia gelatinosa até bloquear as artérias que nutrem os miomas.
Sem irrigação sanguínea os miomas atrofiam e morrem.
Esta técnica, para além de ser pouco invasiva, pois é apenas uma pequena incisão na virilha, os pacientes são anestesiados localmente e se pretenderem, em alguns hospitais podem optar pela anestesia por acupuntura, como no St. Louis noBairro Alto.


ESTADO PORTUGUES SÓ CAMPARTICIPA HISTERECTOMIAS
Infelizmente esta intervenção não é barata.
Na altura rondava os 3000 Euros e segundo um artigo do Jornal de noticias ronda agora 4000 Euros.
Digo infelizmente porque o Estado Português não comparticipa esta intervenção, aliás segundo informação que me foi transmitida pelo médico (na tal consulta externa de ginecologia do Hospital de Santa Maria e à qual acabei por ir) qualquer intervenção cirúrgica que não seja a Histerectomia (extração do Útero) não é comparticipada pelo nosso Estado.

Quer isto dizer que apesar das quantias avultadas que descontamos mensalmente para a Segurança Social, uma mulher na casa dos 30 anos, caso não tenha a possibilidade financeira para recorrer a um Hospital Particular, vê-se obrigada a sofrer uma das maiores castrações femininas, que lhe anula a possibilidade de ser mãe, sujeitando-se a uma arriscada cirurgia invasiva praticada mediante anestesia geral.

Mas as motivações são claras.
Como existe a possibilidade, por mais ínfima que seja, de surgirem novos miomas após a extração ou embolização destes, o Sistema Nacional de Saúde Português garante financeiramente deste modo: seja qual for a idade da paciente, corta-se o mal pela raiz, uma vez que sem útero, aquela, com certeza não representará mais nenhuma despesa relativa a miomas uterinos ou outras complicações inerentes a este órgão da maternidade.
Já não é novidade que o Estado Português saca aos seus contribuintes o máximo que pode sem lhes dar em retorno a proteção, segurança e apoios devidos, mas estas "pequenas" questões ainda continuam a surpreender-me negativamente e obviamente recusei a Histerectomia.

De qualquer modo, para quem tem a possibilidade de dispor de 4000 Euros a Embolização Uterina parece ser uma excelente opção.
Segundo recentes pesquisas, apresenta uma taxa de sucesso acima dos 98% após a qual pacientes podem voltar a engravidar.

Como não tinha essa possibilidade, permaneci sem tratamento por um longo período, durante o qual ficava de cama em media 15 dias por mês, a tomar analgésicos e ferro para a anemia. Acabei por perder o emprego, uma vez que a medica de família me retirou a baixa, assim que soube da minha recusa em continuar a ser seguida pelo Hospital de Santa Maria. Segundo a mesma, a minha situação poder-se-ia complicar sem uma assistência medica especializada e no sentido de me pressionar, retirou-me a baixa. Ainda estou a tentar mudar de medico de família.

UXI AMARELO E UNHA DE GATO NO COMBATE AOS MIOMAS UTERINOS
A partir daqui começam as boas noticias.
Abriu uma ervanária na minha rua e como adoro chá e sou fã de produtos naturais, fui visita-la. Ocorreu-me que pudesse existir alguma planta medicinal indicada para o meu problema e questionei a responsável pela loja. Aconselhou-me umas capsulas que seriam eficazes na redução ou mesmo na extinção de miomas e tumores mas como eram um pouco caras decidi fazer alguma pesquisa antes de as comprar.

Na internet encontrei muita pouca informação relativa a estas capsulas, em seu lugar surgiram paginas e paginas com referencias muito positivas sobre os efeitos medicinais dos chás UXI AMARELO e UNHA DE GATO. Os testemunhos despertaram a atenção e resolvi direcionar a minha pesquiza nesse sentido:



A UXI AMARELO é uma arvore abundante na floresta Amazónica e é da sua casca que se faz a infusão. As suas propriedades são de um modo geral indicadas contra os distúrbios menstruais e inflamações uterinas, miomas, quistos e hemorragias.

Por sua vez a UNHA DE GATO é uma grande planta trepadeira lenhosa, igualmente originaria da floresta Amazónica e é também da sua casca que se faz a infusão. Graças às suas propriedades anti-inflamatórias, imunoestimulante e anticancerígena, é indicada para tumores metastáticos, sarcoma de Kaposi e candidíase e ainda devido a sua atividade antiviral pode ser empregue em doenças virais como Herpes genital e herpes zóster.

TESTEMUNHOS POSITIVOS
Todos os testemunhos que encontrei por parte de mulheres com problemas idênticos ou similares ( Adenominose e miomas) indicavam 100% de satisfação após o consumo combinado destes dois chás.

Muitas dizem que os miomas desapareceram totalmente e outras que estes reduziram significativamente, eliminando todos os sintomas. Uma vez que após uma pesquisa exaustiva não encontrei qualquer contraindicação ou referencia negativa relativamente a estes dois chás, comprei uma boa quantidade de ambos e há cerca de dois meses, tomo meio litro de cada um por dia.
Como já referi no inicio, ainda não posso testemunhar o desaparecimento dos miomas, quanto mais não seja, porque ainda não fiz uma ecografia, mas posso dizer que algo mudou para melhor.

O meu ultimo período menstrual ocorreu normalmente. Ou seja só tive dores no 1ºdia e foram menos intensas e perfeitamente suportáveis, não tive oscilações da tensão arterial ou tonturas, não me senti fraca nem tive um fluxo sanguíneo fora do normal e em vez de 15 dias de sofrimento como já era habitual desde o aparecimento dos miomas, tive um período menstrual normal, apenas durante 4 dias.
Quanto à ecografia, não quero faze-la para já. Vou aguardar talvez mais um ou dois meses."

Bem... a historia continua, foi escrita tempos mais tarde, mas vale a pena continuar a ler...

"Antes de mais quero esclarecer que não sou profissional de Saúde e que apenas posso partilhar a minha experiencia pessoal, de outros que conheço, como observadora e alguma informação que vou recolhendo. Por isso diga eu o que disser, por favor não decidam de animo leve e de preferência consultem sempre um profissional de Saúde.

Há quase 1 ano que NÃO estou a tomar os chás e explico porquê.
Tornei-me vegana, ou seja 100% vegetariana e em pouco tempo compreendi que já nem TPM tinha.
Sabem todas o que é a TPM?
Tensão Pré-Menstrual. São aqueles dias aborrecidos que antecedem a menstruação, durante os quais as mulheres andam sensíveis, irritadiças, chorosas, etc.

Comecei a sentir-me tão bem que parei de tomar os chás. Não sou uma pessoa muito disciplinada e por isso fui deixando de os beber.
Não fiz uma eco (ainda), mas todos os sintomas que tinha antes de iniciar o consumo dos chás continuam desaparecidos; hemorragias abundantes, dores dilacerantes que não passavam nem com analgésicos, períodos menstruais de quase 20 dias, anemia, fraqueza, depressão, etc.

Alimento-me de:
- Leite soja biológico
- Leite de aveia biológico
- Leite de arroz biológico
- Soja texturizada biológico
- Seitan
- Tofu
- Feijão, grão, ervilhas, lentilhas
- Brócolos, salsa, espinafres, couves, cenouras
- Alface, rúcula, tomate
- Arroz integral e arroz branco
- Massas
- Cereais integrais
- Todas as frutas
- Todos os frutos secos e algumas sementes quando me lembro.
Os meus períodos menstruais duram 4 a 5 dias, só tenho dores no 1ºdia, as hemorragias são perfeitamente normais e a partir do 3º dia quase não se notam.
Sinto-me bem, com energia, com força e animada." E, eu acrescento...COM ÚTERO

Os chás UXI AMARELO e a UNHA DE GATO, não são muito fáceis de encontrar, mas a ANTIGA ERVANARIA em Lisboa tem.
Antiga Ervanária - Largo da Anunciada, Nº 5 Lisboa  Fica perto do metro dos restauradores. Tel. 213427997

segunda-feira, 11 de março de 2013

Tratamento Natural de Miomas 2ª Parte


Quando olhamos um problema de Saúde, através da visão Holística aprendemos a tomar as rédeas e a responsabilidade sobre o estado da nossa Saúde, assim como de tudo aquilo que fazemos para a aumentar ou a diminuir.

A boa notícia é que muitas mulheres já provaram que se pode prevenir, controlar e reduzir os miomas sem cirurgia.
Claro, que a decisão de você fazer uma histerectomia parcial, total ou uma miomectomia é sua.
 Eu só quero informar que existe outras alternativas e outras formas de tratar e amar o nosso corpo.
A minha opção vai para se conseguir com métodos naturais, não invasivos que fazem jus a Hipocrates de “primeiro não fazer mal”, reduzir os miomas de forma a não ter hemorragias e desta forma se manter até à menopausa, altura em que geralmente os miomas tendem a diminuir e a desaparecer.
Não se precipite, oiça a sua sabedoria interior e escolha o melhor para si.

O TRATAMENTO
O tratamento tem de abarcar a nutrição, o equilíbrio hormonal e o stress.


Você pode procurar ajuda de um acupunctor.
Acupunctura ajuda a regular a Saúde na sua totalidade e quando o Todo melhora, as partes se equilibram.














A medicação homeopática também é uma grande aliada no caso dos miomas.





A Nutrição ( o alimento das suas mitocondrias) cumpre um papel extremamente essencial, de tal forma que se não quiser fazer cirurgia tem de a levar a sério.
- Deve eliminar por completo as gorduras saturadas e os alimentos refinados. Deve seguir uma alimentação o mais vegetariana possível.
Não ingerir lácteos (substitua por leites vegetais) nem gorduras animais (tem grande efeito estrogénico).
- Diariamente coma alimentos ricos em ferro, como: algas marinhas (Spirulina, Nori, Chlorela, etc.), beterraba, urtigas, verduras de folhas verdes, legumes, quinoa, figos, amêndoas, pólen,  gérmen de trigo, levedura de cerveja, etc..

Um dos melhores aportes em ferro é o suco verde, não o negligencie.


- Cuide do seu Fígado
Em qualquer desequilíbrio de saúde, você precisa sempre cuidar do fígado, mas neste caso torna-se assunto primário, visto que é o órgão responsável por eliminar estrogénio do seu corpo.
Ajude o fígado com uma dieta apropriada, de desintoxicação, de forma a não dar tanto trabalho para este órgão, que desta forma pode processar e eliminar o estrogénio que faz os seus miomas crescerem.
Veja aqui como ajudar o Fígado.

- As sementes têm um papel importante, principalmente a semente de linhaça. Tome (triturada) uma colher de sopa por dia, assim evita a prisão de ventre e auxilia na eliminação de estrogénios que já não são necessários, não permitindo o seu depósito nos recetores mais habituais que são as mamas e o útero.

Plantas indicadas para os miomas
- A planta Dioscorea Villosa é rica em progesterona e pode ser uma das plantas medicinais mais indicada.
- O Agnus Castus é outra que também pode ajudar.
Deste caso, recomendo o aconselhamento de um profissional.

O que pode fazer mais?
- Pode usar a nossa amiga – ARGILA
As compressas de argila sobre o ventre pode ajudar a reduzirem os miomas. Não pode ser feita no período menstrual.

- Pode fazer banhos de acento, sempre com agua fria. Fazer durante 20 minutos, todos os dias.

Uma Historia:
 O mais importante para um ser humano é ter um corpo a funcionar naturalmente e dessa forma poder viver uma vida saudavel e gratificante.
Eu aprendi isto, ao percorrer um caminho difícil.
Aos 32 anos de idade foi-me diagnosticado hipertensão. Embora os médicos me dissessem que era hereditário, o certo é que no caso de meu pai, ele só teve pressão alta aos 65 anos.
Aos 36 anos soube que tinha miomas e anemia.
Os médicos queriam tirar o meu útero e tentavam-me convencer ao mostrarem que todos os meus problemas se resolviam com a cirurgia. Mas eu não gostava do que me diziam, eu não queria tirar um órgão, eu queria encontrar outra forma de me curar e de reduzir os miomas. Sentia que se eu causei este problema eu tinha de o consertar.
O que mexeu mais comigo foi o diagnóstico de hidronefrose do rim direito. Havia uma obstrução no aparelho urinário devido aos miomas que tinham grandes dimensões e pressionam a uretra. Alguma coisa tinha que ser feita e rapidamente.
Eu não tomei fármacos, não fiz cirurgia, mudei meu estilo de Vida.
Antes, meu útero media 18cmX12cmX16cm, depois da alteração na minha dieta, meu útero passou a medir 14,3cmX9,7cmX12,5cm e a minha hidronefrose desapareceu. Os médicos e as pessoas que conheço perguntam-me como fiz isso e a minha resposta é: MUDEI A ALIMENTAÇÃO. Foi difícil de fazer, mas eu fiz.
Meu útero ainda não está no tamanho adequado, mas minha ginecologista está a dar-me a oportunidade de continuar o que estou a fazer para ver se ele diminui. Eu tenho esperança, se ele já diminuiu, acredito que vai continuar até às dimensões normais.

Fonte da historia: herip.hubpages.com