sexta-feira, 28 de junho de 2013

Concordo eu com a terapêutica Homeopática para a asma?

imagem copiada net
Esta semana ao conversar com uma mãe, fiquei a saber que seu filho de 8 anos sofria com crises de asma.
Dizia-me ela: " desde dos 3 anos que de vez em quando tem aquele problema, não é sempre mas as crises tem-se agravado. Fez testes para saber a quê era alérgico e depois tomou vacinas...durante um tempo até andou bem, mas no ano passado fui varias vezes com ele para o Hospital de Vila Franca, até cortisona levou... já não sabia o que fazer...mas deram-me o nome de uma Homeopata de Lisboa e até parece mentira, ele está a melhorar, neste momento não está a tomar nada, a não ser os remédios naturais (homeopáticos) que lhe estão a fazer muito bem... aquilo funciona mesmo... no outro dia começou por ter uma pequena pieira, dei-lhe 3 grânulos e deixou de ter...acredita nisto?
Eu respondi-lhe que sim.

E, continuou com um rosto sorridente: " claro que acredita, você também está ligada a isto, eu sei... acha que faço bem? Os medicamentos homeopáticos não têm contraindicações, pois não?
Eu respondi-lhe que não, que continuasse, porque todos os medicamentos farmacológicos para a asma não tratam o problema e na maioria dos casos até o agravam ficando uma situação cronica... e que a homeopatia era um excelente recurso para controlar a asma.
Mas, perguntei-lhe o seu filho bebe leite?
"Bebe...não é muito...mas de manhã com os cereais e depois a escola também dá no lanche...acha que faz mal?( pela minha cara deduziu que eu não gostava do leite)... eu continuo a dar-lhe leite até porque o meu filho não é de comer muito, e o leite sempre alimentou... além disso a medica, que é Homeopata não lhe retirou...e olhe que ele está-se a dar muito bem."

Dei-lhe todo o apoio, disse que devia de seguir o que estava fazer, enfim não discordei, até porque nem dava para o fazer.
Mas, estou eu de acordo com isto?
Sim e não.

Sim, porque se conseguirmos controlar os sintomas seja da asma ou de outra qualquer patologia com medicamentos homeopáticos, fitoterápicos, com acupuntura, etc... em vez de medicamentos químicos, estamos sempre fazer uma boa opção, a diferença entre uns e outros é tão abismal que nem dá para colocar a duvida.
As plantas também tem os seus efeitos secundários, mas são de longe muito menos prejudiciais, se é que nalguns casos o serão mesmo. Vejamos que todas as plantas, hoje vendidas, já foram experienciadas à centenas e centenas de anos, todas as que tem fatores tóxicos para o corpo humano estão indicadas.
Claro, que tudo tem que ser feito com peso e medida, dentro de uma norma, mas isso até os alimentos.

Claro que eu concordo com a administração de medicamentos homeopáticas  e fitoterápicos, mas se usarmos somente eles não atravessaremos o cabo da boa esperança no caminho do restabelecimento da Saúde.
É preciso não esquecer os princípios básicos da terapêutica de Hipócrates de que a cura surge com a arte de normalizar as funções básicas de nutrição e eliminação do corpo humano.

Muitas vezes em crianças com asma, eczema, alergias, bronquite dá-se a cura, a criança tomou ou medicamentos naturais e até mesmo químicos, cresceu e não voltou a ter episódios dos problemas indicados.
Foram os medicamentos que o curaram?
Eu não acredito.
O que aconteceu, foi que a criança cresceu e com ela todo o sistema imunitário, por isso os problemas solucionaram-se, no fundo é observar a literalidade da frase que diz: " medicina é a arte de entreter o doente enquanto a Natureza cura", além disso a doença só existe enquanto é necessária.

 Tudo aquilo que possa ser feito que ajude o doente a viver o melhor possível sem efeitos secundários para que daqui algum tempo não esteja pior que hoje, é importante.
No entanto, não há duvidas, não há enganos, está desde que a raça humana existe, a melhor medicina, a melhor terapia é aquela que restabelece a digestão, a assimilação, a eliminação, que aconselha você acordar cedo, apanhar sol, a fazer exercício moderado, a ser positivo, Se tudo isto for feito, podem estar certos que todo o resto é acrescentado.


Como resposta há pergunta inicial, respondo que sim, que concordo com  a terapêutica homeopática para a asma, mas para falarmos em cura algo mais tem que ser feito.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Doenças da Mulher - Tratamento Natural

imagem copiada net
Doenças de mulher são todas as que só podem existir no corpo de uma mulher, como as doenças que afetam o útero, os ovários, as trompas e a vagina.

Todos estes problemas têm como causa, a mesma causa dos outros problemas, e será sempre a má digestão, que leva ou a diarreias ou a obstipação.
Má digestão com alimentos não apropriados, junto com vida sedentária, pele pouco exposta ao sol e problemas emocionais relacionados com a sexualidade levam a uma congestão maior ou menor nos órgãos do baixo-ventre.
Esta congestão pode ser vista através de um exame chamado de Termografia, é um aparelho que vê as diferentes temperaturas do corpo e permite fazermos um diagnostico.
No entanto não precisa de fazer este exame, se tem problemas uterinos, qualquer um, significa que tem congestão nesta zona, por isso tende a ter menstruações com mais volume sanguíneo e por mais tempo.
Outra forma de manifestação do aumento da temperatura nesta zona é quando há corrimento principalmente amarelo, que não deve ser interrompido, mas preferencialmente equilibrar-se a temperatura nesta zona.

Tudo se pode resolver, basta para isso criar as causas que vão produzir os efeitos.
E, na causa temos sempre a necessidade de uma alimentação adequada ao nosso corpo.

As mulheres devem aderir a um regime de baixa proteína, sem carne, sem lácteos, sem açúcar, sem refinados e companhias similares.
Devem resolver os problemas intestinais que sempre existe, tem de evacuar preferencialmente 2 vezes ( pode ser 1, mas é obrigatório ser todos os dias) e com fezes em condições.
Estabilizar as emoções, que no fundo são resultado não das dificuldades da vida mas do resultado de alterações químicas corporais, que podem ser resolvidas com métodos o mais natural possível, até porque não há solução do problema sem ser por métodos naturais que tende a estabilizar a homeostase do organismo.

Para manter em boas condições, a vida das mucosas dos ovários e também para minimizar a irritabilidade, a tensão pré-menstrual, temos de ofertar a nós mesmas - Vida.
E, Vida encontra-se nos alimentos vibrantes.
Alimentos vibrantes, são alimentos vivos, crus, alcalinizantes, de fácil digestão, facilmente eliminados, perfumados e cheios de cor, e estes são principalmente as frutas e os vegetais.
Mas, para que estes não fiquem tristes e não percam a sua vibração facilmente, temos de evitar os anti-vitaminas e os anti-nutrientes, que são as purinas,as cadaverinas, as caseínas, o álcool, a cafeina, o tabagismo, o excesso de proteína, os açucares refinados, e o excesso de comida.

Importa especialmente comer alimentos naturais ricos em:  
- Alimentos ricos em Vitamina A: cenoura, damasco, batata-doce, espinafres, nabo, alho, agrião, manga, chicória, erva-doce, mamão, nectarinas, pêssegos, abobora, laranjas.

- Alimentos ricos em vitaminas do grupo B e calcio mineral: sementes de sésamo, sementes de girassol, sementes de abobora, gérmen de trigo, grãos integrais, couve, beterraba, batata, cenoura, agrião, amêndoas, nozes, vegetais de folhas verde escuras.

- Alimentos ricos em Vitamina F ou ácidos gordos insaturados: nozes, frutas, a maioria das sementes e o abacate.

Os alimentos referenciados acima são os mais  indicados  tanto para um sistema nervoso saudável, como para o equilíbrio hormonal, tendo uma ação positiva no sistema reprodutivo.

A medicina tradicional chinesa tem plantas, formulas de plantas e pontos de acupuntura para regular todo o aparelho reprodutivo da mulher, assim como para tirar o "calor", que eu estou a colocar entre aspas, mas que ele existe literalmente, logo pode ser usada tanto para prevenir como para regularizar e quando se regulariza, cura-se.

Outra forma são os banhos de acento frios e/ou os cataplasmas de argila aplicada sobre o baixo ventre que vai tirando o excesso de temperatura e a congestão existente.


Não podemos nos esquecer que a saúde constrói-se tijolo a tijolo...

Porque comemos e não nos sentimos satisfeitos?

imagem copiada net
Nós como parte da Natureza, somos perfeitos.
No nosso cérebro existe um centro que nos comunica a sensação de SACIEDADE, de estar satisfeito.

Quando comemos, é enviado ao cérebro uma mensagem que diz: " chega, estou satisfeito".
A encarregada deste trabalho chama-se leptina.

A leptina é liberada na circulação sanguínea quando aumenta a gordura nos adipócitos, e vai a correr informar o hipotálamo, que o corpo tem bastantes reservas e que ele deve inibir o apetite, dando a nós, entidade máxima a sensação de "estou satisfeito".
A mensagem não é "estou cheio", é "estou satisfeito".

Muitas vezes continuamos a comer  e a comer, passado 2 horas, ainda temos toda a refeição no estomago, mas como é hora do lanche, voltamos a comer.
Porquê?
Porquê que a nossa amiga leptina, não faz o seu trabalho, e não nos dá a sensação de satisfeitos?

Eu concordo com a ideia de que o corpo tem sempre razão, nós é que por vezes não o entendemos e erradamente vamos contra a nossa "maquina" que tudo o que faz é sempre em defesa do Bem Maior, que somos nós.
Por isso, quando o corpo não diz "estou satisfeito" é porque não está.
Ao comer carne, gordura animal, leite, açúcar, queijos, pizas, bolos e refrigerantes bloqueia-se a leptina e não se sente a SACIEDADE.
Facil de entender, aquilo que estamos a comer enche a barriga, mas não alimenta o corpo.

Sabe-se que quando ingerimos gorduras de cadeia longa, como os azeites vegetais, algumas sementes, ficamos mais satisfeitos.
Vejamos:
Colocamos à frente de uma criança vegetariana habituada a comer fruta e legumes, uma boa taça de salada, com varias verduras, temperada de azeite. O que vai acontecer? A criança vai comer e passado um tempo diz "chega, estou satisfeita".
Colocamos à frente de outra criança uma pizza acompanhada com refrigerante. O que acontece? Até ficamos admirados como ela conseguiu comer tudo e beber todo aquele refrigerante, e no fim ainda come a sobremesa, parece que o corpo dela diz "quero mais, quero mais".
Este quadro passa-se em qualquer idade, que é estar cheio, que é ter dilatação abdominal, mas continuar com  vontade de comer.

Pensemos nisto, e percebamos que fomos feitos maravilhosamente, e que nosso corpo precisa dos alimentos que foram feitos para ele.
Precisa de fruta, de legumes, de sementes, de cereais,.... no fundo de alimentos que nos SACIEM.


segunda-feira, 24 de junho de 2013

Questionar "A Mente dos Médicos"

Adicionar legenda
Gostava de fazer e publicar um estudo "A Mente dos Médicos".
Primeiro para eu própria perceber, chegar a uma conclusão e depois porque penso que seria interessante.
Da mesma forma que temos que estudar o historiador, para entender a veracidade da historia temos que estudar o "Homem Médico" para entender determinadas atitudes.

O que me levou a pensar o acima, foi o Programa de hoje do Manuel Goucha na TVI, onde foi convidado o Dr. Fernando Pádua, senhor com 85 anos, doutorado em medicina, cirurgia e Presidente do Instituto Nacional de Cardiologia.
O programa questionava se o colesterol era a causa ou o sintoma das doenças cardiovasculares.
Fiquei interessada, visto que o convidado era uma pessoa de peso.

Goucha referiu o site The international Network of Cholesterol Skeptics ( Rede Internacional dos Cepticos do Colesterol), onde Uffe RavnsKov, um pesquisador dinamarquês desmente a Teoria do Colesterol e alerta para a toma das Estatinas, e olha para o Dr. Fernando Padua e pergunta-lhe: "tem conhecimento disto?"
"Sim, esse Senhor não devia de dizer essas coisas. O colesterol é a causa das doenças cardiovasculares". E acrescenta" as pessoas não devem interromper a toma das Estatinas, é dos melhores medicamentos que se descobriram".
E volta a referir que o colesterol é a causa das doenças cardiovasculares.

Fiquei pasma, mas fiquei há espera de uma justificação; porque estava errado o pesquisador? Sempre pensei que o Dr. Padua ía dizer: " esses senhores dos Cepticos do colesterol e outros estão errados, porque..." 
"O colesterol é a causa das doenças cardiovasculares, porque..."
Que indicasse que estudos foram feitos que justificassem as suas afirmações; qualquer coisa, para que nós que estamos a ouvir, percebamos. 
Mas nada, nada foi justificado nem explicado.
Ainda não entendi porque a maioria dos médicos não explicam as coisas, se têm medo que nós não entendamos ou se nós entendamos de mais?

Temos um medico na televisão a defender a toma das Estatinas (medicamentos para descer o colesterol), como se tratasse da coisa melhor do mundo, onde o próprio site da FDA chama atenção para a toma delas e da sua relação com o cancro, com o aumento dos níveis de açúcar, lesões hepáticas, entre outros, vejam aqui e aqui.
Muitas pessoas dizem "leu na internet? Há muita coisa errada na internet!" Sim, é verdade, por isso estou aconselhar o próprio site da FDA, que é a agencia do governo dos EUA responsável  pela regulação dos alimentos e dos medicamentos.

E ali continuei a ouvir o senhor e a questionar-me, a questionar-me porque pareceu-me uma pessoa sincera, e que estava a falar aquilo que realmente acredita, o que me confundiu ainda mais e levou-me para outros campos.

Quem não conhece as atitudes menos boas da religião católica na idade média?
Matavam-se mulheres, porque "eram bruxas", eram deitadas à fogueira com a bíblia. Porquê?
Será que todos os padres envolvidos nestes atos eram maus? Ou eles tinham que acreditar que estavam a fazer o certo? E, se por acaso não o fizessem? Como é que a religião os olhava? Qual era a solução?
Acreditar e seguir caminho?
Sim. Pode ser uma forma de viver dentro daquilo que se é, de cumprir com o estabelecido, mesmo que não concordemos, pois o melhor para a nossa própria mente é realmente acreditar que assim o é, uma forma de não ter peso de consciência.

 Vejamos o que acontece com os médicos que são contra o sistema instituído de medicina, e que falam o que pensam, e se o que pensam é contra o que está instituído, ele deixa de ser medico, como aconteceu com o pesquizador referido acima.
Lembram-se do caso das vacinas para a gripe das aves ou dos porcos? Lembram-se dos médicos que foram ao Telejornal incentivar a vacina, inclusive a crianças e gravidas? O que pensou esse medico na altura, e hoje como se sente?

O desabafo fica por aqui, não devo dizer mais nada, mas...


sexta-feira, 21 de junho de 2013

Suco da Saúde - Para beber todos os dias

Todos os dias faço e bebo um Suco.
A nível alimentar, sei que faço asneiras, e o corpo diz-me, mas também sei e também sinto que faço coisas benéficas ás minhas células.
 O suco matinal é uma delas.
Como diz a quimica brasileira Conceição Trucom, é como tomar um banho interno de Luz, quem começa a tomar não o deixa de fazer.

Não faço o mesmo suco todos os dias, depende da época e do que tenho em casa, o de hoje foi feito com os seguintes ingredientes:
- 2 Maçãs
 - Meia laranja
- 1 pedaço de courgette (abobrinha)
- Pedaço de gengibre
- 2 Cenouras
- Rama de cenoura
- Folha de nabo de cabeça
- Ramo de Erva- Cidreira
- Metade de 1 folha de couve
- 1 Talo pequeno de aipo

Parti tudo em pedaços, coloquei no liquidificador, como mostra a imagem.
Bater e Coar.

Eu coo num pano.
Depois é só saborear.
Bem verde, bem cheio de clorofila e de luz solar para as nossas celulas.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Tratamento Natural da Gastrite

imagem copiada net
É uma ...ite no estomago.
Qualquer tecido do nosso corpo pode inflamar e neste caso a inflamação dá-se na mucosa do estomago.

Como em qualquer outra inflamação é um ai...ai...ai de sintomas como:
- Dor no abdómen superior
- Náuseas, vómitos e/ou azia
- Arrotos e inchaço no estomago
- Perda de peso.
- Em casos mais graves pode haver sangramento, com vómitos de sangue ou fezes negras.

O que causa a Gastrite?
A medicina convencional aponta como causa principal a bacteria - Helicobacter pylori - diz que ela infecta a mucosa do estomago e de tudo fazem para a destruir; penso que ela só vive e só se reproduz em determinados estomagos porque tem condições para isso.
Uma outra causa bem evidente, e que todos estamos de acordo, é que a toma prolongada de medicamentos provoca gastrite, principalmente os anti-inflamatórios, como por exemplo a aspirina e o ibuprofeno, por isso quase todas as pessoas que tomam medicamentos diariamente, também tomam o Omeprazole, para que o estomago "não reclame" da agressão a que é sujeito.

Tudo o que disse acima, e que é defendido pela medicina pode estar certo, mas para mim que defendo a Higiene Natural, tenho de ir mais longe.
Tudo o que acontece são reações de ações, com o nosso corpo não é diferente, a inflamação só se desenvolveu porque houve uma ação que a despontou, por isso não faz muito sentido, nem é de todo inteligente, ingerir-se medicamentos que não permitem a reação natural do estomago, isto é o estomago é agredido e não se pode manifestar, claro que isto vai dar problemas no futuro. O estomago vai deixar de digerir de forma adequada, o corpo não vai assimilar da melhor forma e os problemas vão por ai fora...

Para a Higiene Natural a principal causa da irritação da mucosa do estomago dá-se devido a alimentos indigestos como as carnes, peixes, queijos, álcool, café, condimentos irritantes, comidas processadas, comidas muito frias (gelados, agua fria do frigorifico), ou muito quentes (café em chávena escaldada), misturas alimentares, comer de 2 em 2 horas e não permitir o esvaziamento do estomago da ultima refeição, comer com pressa, comer a ouvir noticias, entre outros fatores.

O processo digestivo é tão importante, que quase podiamos dizer que o drama da existencia humana reside no drama da digestão; claro que me estou a referir a digestões dificeis e mal feitas que levam a dispepsias, a acidificações, á produção de mais radicais livres, a obstruções gastrointestinais  e muitas vezes a um jejum obrigatório das nossas células que não recebem o alimento devido.

O mal-estar é a informação de que temos feito coisas erradas e que precisamos urgentemente mudar, mudar de caminho, mudar de direção, mudar de alimentos; sufocar os sintomas não vai mudar o problema, vai por um tempo deixar de incomodar, mas como não é resolvido vai surgir noutro lado, ou com mais intensidade.
Por isso é necessário tomar decisões corajosas e ajudar a nossa maquina a funcionar de acordo com ela; se não fizermos isto, não há santo que nos valha.

Tratamento
O tratamento depende daquilo que queremos tratar, se o incomodo que a inflamação do estomago nos dá, se a causa que produz a inflamação.

- Se a dor ocorrer após ter comido, o melhor é aplicar uma toalha molhada em agua bem quente sobre a zona do estomago e uma toalha seca em cima. Mudar assim que esfria.

- Um excelente remedio é o suco de couve.
Coloca-se num liquidificador 2 maçãs e 1 ou 2 folhas de couve, pode juntar um pouco de agua para ajudar a helice. Bater. Coar num paninho e beber. Deve beber devagar e em jejum.

- Esqueça a maior parte do que tem comido até agora, não toque em carne, em peixe, em lacteos, em café, em acucar. O pão? bem,... o pão depende, se for de boa qualidade, não cozido a microndas, se for pão como se fazia à 50 anos atrás, sim pode comer bem mastigado.

- Beber suco de batata. Tritura 1 a 2 batatas no liquidificador e coa. Este remedio caseiro serve para amenizar as dores causadas pela gastrite porque diminui a cidez do estomago, assim como a sensação de queimo, azia e dor. É eficaz na gastrite nervosa, aguda e cronica.

- O chá de Salsa, de Camomila, de Erva-cidreira, Erva-doce, de Erva de São Roberto, Malva, Gengibre, são boas opções a beber.

- Tanto na gastrite aguda e principalmente na crónica é importante o suco de beterraba. No liquidificador coloca 1 beterraba e 2 maçãs, tritura, coa e bebe. Outra opção para fazer o suco é usar uma centrifugadora.

- Há quem defenda que o suco de cenoura feito e bebido em jejum por um longo período cura totalmente a gastrite.

- Se junto com a gastrite tem um quadro de anemia, há toda a vantagem em tomar o suco verde, e pode fazer misturando, maçã, beterraba, cenoura, couve ou outras folhas verdes, spirulina e chlorela.

- Se tiver vómitos e náuseas é de todo aconselhado tomar alcachofra e boldo.

- Nas gastrites cronicas, convém tomar suco de 1 limão misturado com um pouco de agua em jejum. Tomar 8 a 10 dias em cada mês.

- Sementes de Feno-grego. Triturar as sementes e tomar meia colher de café com 1 copo de agua, 2 X ao dia. Estudos indicam que é um grande anti-ulceroso. Trata as mucosas digestivas devido ás suas propriedades emolientes, estas propriedades devem-se a polisacáridos e flavonoides que as sementes têm.

Exemplo de um dia alimentar para uma pessoa com sintomas de gastrite:
- Em jejum deve beber 1 copo de agua devagar.
- Beber 1 copo de suco verde, ou outro suco.
- Durante a manhã deve comer unicamente fruta madura e bem mastigada.
 Uma fruta muito boa para o estomago é a papaia.

- Almoço: Salada, cenoura e beterraba ralada, arroz integral cozido (pode substituir por massa integral, por quinoa, trigo-sarraceno, por leguminosas), pode juntar vegetais crucíferos que são muito bons para o aparelho digestivo, como brócolos, nabo, couve-flor, podem ser cozidos mas mal ou no vapor.
Junto com o almoço pode ir bebericando meia chávena de chá de gengibre, que vai ajudar na digestão.

- De tarde, voltamos à fruta. Uma única fruta e não salada de frutas.

- Jantar: sopa, que pode e deve incluir batata (comprar de produtores particulares) com legumes, no entanto não deve ultrapassar 4 ingredientes e feita no dia.  Comer devagar e mastigar cada colherada, pode juntar 1 a 2 fatias de pão.

Se sentir falta do leite, substitua por leite de amêndoas, veja como fazer aqui
- Durante a tarde e ao deitar deve beber as infusões citadas acima, descubra aquela que lhe assenta melhor.

Um dos recursos incomparáveis é aplicação de cataplasma de argila sobre o estomago e todo o aparelho digestivo durante a noite.


Mais importante, é se consciencializar no caminho da cura, no caminho de não-agredir o corpo, de não ir contra ele e como disse Leonardo Da Vinci "aprenda a não curar a doença, mas sim a manter a Saúde."

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Tem os valores do Colesterol alto? Toma Estatinas? Está a fazer bem ou mal à sua Saúde?

imagem copiada net
Vivemos a época do colesterol, toda a gente fala nele, toda a gente diz que o tem com valores altos. Passou a ser um inimigo das pessoas, um inimigo a reduzir a todo o custo.

O protocolo medico, é a prescrição de um fármaco que o desça, e ai do medico que não o receite.
Mais sorridentes, as pessoas saem do consultório com a receita das famosas ESTATINAS.

As Estatinas são inibidores da HMG-CoA redutase, que atuam bloqueando a enzima do fígado que é responsável por produzir colesterol.
Até aqui tudo bem.
Você tem os valores do colesterol alto, você vai ao medico, ele receita um medicamento para baixar o colesterol, qual é o problema?

O problema é que as ESTATINAS causam muitos, mas muitos efeitos secundários, um artigo publicado no American Journal ofCardiovascular Drugs faz referencia a cerca de 900 estudos sobre os efeitos secundários adversos das Estatinas.

O grande paradoxo de tudo isto, é que as Estatinas que milhões de pessoas tomam como "medicina preventiva" para proteger o coração, pode precisamente ter efeitos negativos sobre o coração.
Sei que estou a confundi-lo, mas vejamos um estudo relatado na revista Atherosclerosis de 24 de Agosto de 2012, que mostrou que o uso de Estatinas está relaciono com um aumento de 52% da calcificação da placa coronária em comparação com as pessoas que não tomam o medicamento. É a calcificação das artérias que torna a doença cardíaca potencialmente perigosa e o medicamento que faz baixar o colesterol aumenta esta placa.

Outro estudo foi publicado, no Journal of the American College of Cardiology, onde indica que as pessoas após um tempo a tomarem Estatinas, têm menos aptidão física que antes de tomarem o medicamento.
Porque, se pensa que se dá isto?

O principal combustível para as mitocôndrias das nossas células é a Coenzima Q10, e parece que as Estatinas esgotam "esta coisa" necessária no nosso corpo.
Para termos mais Saúde precisamos é de aumentar a atividade mitocondrial e não o contrario.
A longo prazo, danos nas mitocôndrias conduzem:
- Falta de energia para fazer exercício físico, como cansaço e fadiga.
- Diminuição na capacidade de utilizar os carbohidratos e as gorduras como fonte de energia
- Resistência à insulina
- Ganho de peso excessivo
- Envelhecimento acelerado.

Por isso, muitos médicos suplementam o medicamento Estatinas com CoQ10. Um estudo no European Journal of Pharmacology mostrou que a CoQ10 ajuda a recuperar dos danos causados pelas Estatinas, como fadiga, fraqueza muscular, dor e insuficiência cardíaca.

A Food and Drug Administration ( FDA) anunciou que está a considerar advertências adicionais para o medicamento Estatinas, entre eles estão os avisos que estas podem aumentar o risco de:
- Fazer dano ao fígado
- Perda de memoria
- Diabetes tipo 2
- Fraqueza muscular
Ao todo, as Estatinas foram diretamente ligadas a mais de 300 efeitos secundários.

Você precisa realmente de tomar medicamentos para reduzir o colesterol?
Não seria de bom senso avaliar-se entre os contra e os a favor da toma do medicamento Estatinas?

Se o pai da medicina -Hipocrates - ressuscitasse perguntaria: não vos ensinei que primeiro não deviam fazer mal?

O caminho para descer os valores muito altos do colesterol está em regular o corpo com alimentação apropriada, exercício, algumas terapias de apoio, o uso de algumas plantas, entre outras coisas.
O que interessa é dar a mão ao corpo e apoia-lo.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

A importância do ácido gástrico na sua Saúde e na sua Vida

imagem copiada net
Todos os alimentos dependem de um "bom" estomago para serem digeridos, pois de outra forma não serão absorvidos.
Para obtermos os aminoácidos, os minerais, as vitaminas não temos somente que comer, temos principalmente que digerir.
E, para que isto aconteça é necessário que o estomago tenha uma acidez adequada.

Porquê?
Porque a grande responsável pelo conjunto das reações químicas que ocorrem na digestão, a grande responsável em partir aos pedacinhos muito pequenos os nossos alimentos para que sejam assimiláveis pelas células é a - enzima pepsina.

O ácido gástrico tem um papel muito importante nas funções da digestão e da absorção, ao otimizar o PH do estomago e acionar a enzima digestiva estomacal - pepsina.

O que é que a pepsina tem haver com acidez no estomago?
Tudo.
É a secreção do acido clorídrico que torna o estomago, "um saco" muito ácido, com um PH de 2, no entanto se não houver secreção de acido clorídrico, o estomago não fica tão acido, o que leva a uma redução desta enzima.

Porque é importante ter um estomago ácido?
Um estomago sem a adequada acidez, não pode digerir adequadamente os alimentos e isto faz com que não absorvamos a quantidade de nutrientes que precisamos; comemos, mas não absorvemos ou absorvemos muito pouco.
Deduz-se, que desta forma não podemos estar num quadro bom de saúde.

Esmiuçar os alimentos em seus componentes nutricionais para que possam ser absorvidos pela nossa corrente sanguínea; é a razão de ser da DIGESTÃO.

Se temos o PH do estomago pouco ácido
Não podem ocorrer as reações químicas normais requeridas para esmiuçar e preparar os nutrientes para ser usados pelo corpo.
Se, esta situação persistir por muito tempo, pode levar a estados de má nutrição, e afetar de forma adversa varias das funções corporais vitais,  muitas delas fora do aparelho digestivo.

Se temos um PH do estomago demasiado ácido
Também não é bom, pois demasiada acidez no estomago pode destruir os tecidos do trato digestivo e contribuir para a formação de ulceras.

A enzima pepsina é necessária para a digestão, principalmente das proteínas.
Quando comemos, o nosso estomago dispara a secreção de ácido clorídrico, se os níveis destes ácidos estão diminuídos, os níveis de pepsina também;  isto será o início da má digestão das proteínas, assim como de outros alimentos, que não são transformados em aminoácidos.
Terá esta situação algum problema?
A deficiência continua de muitos aminoácidos essenciais levam à depressão, à insónia, à ansiedade e a muitas outras doenças.
Tem depressão?
Já pensou como está o seu estomago?
Toma algum medicamento que diminua a secreção do acido clorídrico?
Pode sentir-se depressiva, mas no fundo não tem depressão, tem é falta de nutrientes, que levam a estados depressivos.

Para piorar o quadro, estas proteínas que não são bem digeridas, através da permeabilidade intestinal que quase todas as pessoas têm, passam à corrente sanguínea, e como sabemos, o corpo normalmente reage contra estas proteínas estranhas; ocorrendo assim uma resposta imunitária, com varias inflamações.
Desta maneira, a digestão inadequada em nossos estômagos é um fator coadjuvante nas alergias e na maioria das doenças autoimunes, embora possa não parecer.

Tudo no nosso corpo está certo como a Natureza fez, a acidez do estomago protege-nos contra bactérias, pois estas não vivem num ambiente tão ácido.
Pela nossa boca e nariz entram bactérias, que ao chegarem ao estomago morrem ao encontrar um Ph baixo, mas se o ácido gástrico for deficiente, muitos destes micróbios sobrevivem. A maioria delas não nos prejudicam, mas há algumas chatinhas como a salmonella, escherichia coli, que ao encontrarem um terreno adequado podem fazer casa e trazer-nos problemas.

A ideia que passa na televisão e nas revistas, é que níveis altos de ácido clorídrico podem causar-nos problemas, e incentivam-nos a comprar uma grande variedade de medicamentos antiácidos contra a má disposição e azia.
Cada vez se inventam medicamentos mais potentes como os bloqueadores da bomba de protões e os estimulantes da motilidade, mas todos eles têm efeitos colaterais, que muitas vezes não são percebidos a curto prazo, e a longo prazo também não, por desconhecimento do doente.

É bem documentado em medicina, que a produção do acido gástrico diminui com a idade avançada devido à perda de células que produzem o ácido, que chega ao ponto de ter nome de doença - gastrite atrófica.
Há quem defenda (1) que uma boa parte das pessoas com mais de 60 anos sem má disposição, e sem azia sofrem de gastrite atrófica.

Tomar antiácidos e seus familiares, é fazer-se um tratamento unicamente dirigido aos sintomas, logo a doença vai continuar, provavelmente, vai bater a outras portas, sem ser o estomago.
A indigestão e o refluxo esofágico podem ser curados, desde que eliminemos os agentes ofensivos e percebamos o nosso corpo.

(1) Lovat L. Age related changes in gut pgysiology and nutritional status. Gut 1996


quarta-feira, 5 de junho de 2013

Enxaqueca no período menstrual e Zumbidos

imagem copiada net
Boa tarde, estava eu a pesquisar sobre o leite de amêndoa e seu benefícios e deparei-me com o seu blog e por conseguinte a pagina do face. Gostava que me ajudasse com o seguinte, sofro bastante de enxaqueca na altura do período menstrual ( já fiz acupunctura e não resultou) assim como um barulho nos ouvidos continuo como se fosse um apito( já fiz o exame do ouvido vertiginoso e tb não é) será que alguma coisa para melhorar estes sintomas? o leite é porque sou intolerante á lactose e bebo sem lactose, por isso vou experimentar o de amêndoas, quanto aos derivados ainda não sei o que fazer, penso talvez reduzir o consumo. Obrigada por partilhar todos estes conhecimentos para uma vida mais saudável.

Há sempre algo mais a fazer, e se aquilo que fizermos for a favor do corpo, ele sempre agradece e controla o desequilíbrio.
A medicina Tradicional Chinesa é composta por varias terapias como a dietética, massagens, exercícios, acupunctura e fitoterapia. Usar-se unicamente uma técnica pode muitas vezes não dar os resultados esperados, no seu caso a fitoterapia seria de todo benéfica.
Pela visão da Medicina Chinesa, e com os dados que me apresenta, penso que tem um desequilíbrio na energia do Fígado, ou seja uma exacerbação ou uma subida da energia do fígado que lhe causa tanto as enxaquecas como os zumbidos nos ouvidos.

Do ponto de vista ocidental, pensa-se que as mulheres que têm enxaquecas ou cefaleias no período menstrual  deve-se a desequilíbrios hormonais principalmente relacionadas com o estrogénio e a progesterona, havendo uma predominância estrogénica.

 O que pode fazer?
Primeiro, começar pelo principio, pela alimentação; sem alterações nesta os resultados são muito inferiores.

- Eliminar todos os refinados, como farinha, açúcar e tudo o que é feito com eles; fritos, alimentos comprados já feitos; todo o tipo de aditivos (temos de ler os rótulos), charcutarias, carnes, guisados e vai por aí fora... e muito importante - Não tocar em nenhum tipo de lácteos.
Como já sentiu no seu corpo, é intolerante à lactose, o que não é nenhum defeito, é perfeitamente normal.

- Aumentar a quantidade de fruta e de vegetais. Comer todos os dias um bom prato de salada crua (há imensas opções).

- Beber sucos verdes e de cenoura, a cenoura é muito importante para o fígado, assim como a beterraba, incluir diariamente.

- Comer alimentos ricos em magnésio, como os grãos integrais, feijão verde, sementes de papoila, aveia, feijão-frade e espinafres.

- Beber leites vegetais, não o de soja; o leite de sementes de sésamo é utilizado desde a antiguidade para reduzir os zumbidos.

- De manhã em jejum, tomar sumo de 1 limão com 1 colher de azeite de extração a frio. Fazer isto durante 1 mês.

- Comer sementes ricas em omega-3, como linhaça, chia entre outras.

- Comer alimentos sempre frescos, sem passarem pelo microondas, sem reaquecer.

- Afastar os produtos químicos, ter pouco contato com produtos de limpeza; atenção aos cremes - não são benéficos; não usar amaciadores de roupa perfumados, nem perfumadores ambientais, todos eles atingem o fígado, o que prejudica. Procurar soluções mais naturais.

- Beber chá de cidreira.

- Ao fazer o suco verde, ou só de cenoura com maçã e beterraba, juntar sempre uma rodela de gengibre.

- Todos os dias à noite fazer um escalda-pés.

Colocar um balde (alguidar) com agua bem quente (até suportar) e outro com agua bem fria (pode adicionar uma pedrinhas de gelo). Sentar-se numa cadeira e pôr os pés, primeiro na agua quente por 5 minutos e depois 1 minuto na agua fria.
Fazer o mesmo três vezes e terminar sempre com agua fria.

- Todos os dias fazer um banho de acento.

 Consiste em sentar-se dentro de um alguidar largo com agua muito fria, pode adicionar um pouco de gelo.
Ficar 10 minutos.
Tapar o resto do corpo de forma a não ter frio.

- Dormir a cada dois dias (dia sim, dia não) com um cataplasma de argila sobre o ventre e abdómen. 

Misturar o pó de argila com agua, aplicar numa gaze grande e colocar, por cima uma toalha e umas cuecas grandes para cobrir todo o emplastro. Dormir assim, toda a noite.

- No dia que não aplica argila, usar a compressa molhada.
 Sobre a zona do fígado, colocar uma toalha turca pequena molhada em agua fria, por cima uma toalha maior e seca, vestir umas cuecas grandes para cobrir toda a zona. Dormir assim.

- Um medicamento que pode ser muito interessante no seu caso de enxaqueca e zumbido é o medicamento homeopático ACTEA RACEMOSA 5CH em grânulos, tomar todos os dias 3 grânulos 2 vezes ao dia fora das refeições.
Aguardar. 
Comprar em farmácias homeopáticas, não é caro.
- Por ultimo, e não menos importante, controlar as emoções, não viver em stress, amar a vida, procurar nela tudo de bom, e virar a cara a tudo o que incomoda, desta forma você está a proteger-se, a cuidar-se, no fundo amar-se.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Rejuvelac - um excelente Próbiotico

Rejuvelac é o nome dado a uma bebida fermentada, e um dos melhores e mais poderosos próboticos da Natureza.
O nome Rejuvelac foi dado porque acredita-se que esta bebida enzimática purifica e rejuvenesce o corpo. 

É muito económico, visto que o podemos fazer em casa com agua e sementes.

Como fazer?
Num frasco coloque 2 colheres de trigo (pode ser feito com outras sementes) e cubra com bastante agua.

Normalmente este processo faço à noite.


De manhã, escorro a agua e lavo muito bem o trigo e o frasco.


Volto a colocar as sementes, e a cobrir com bastante agua.
Ponho a tampa solta e deixo no balcão da cozinha.

A Agua que uso, para fazer o Rejuvelac ou é de garrafão, filtrada, ou ensolarada ( agua da torneira que deixo numa garrafa transparente sem tampa por 24 horas ao sol).

Ao fim de 24 horas, o processo de fermentação já se deu.
O tempo depende da temperatura, se for Primavera ou Verão em 24 horas fermenta, no Inverno com as temperaturas mais baixas é necessário deixar por 48 horas.

Como verificar se já está pronto?
Se batermos com o fundo do frasco numa superfície dura vai sair muitas bolinhas e a cor da agua fica um pouco turva.


Coar.
Lavar bem o trigo e o frasco e fazer o mesmo processo, pois vai voltar a fermentar. Pode-se repetir com as mesmas sementes 3 vezes.

O liquido coado tem um cheiro "meio ácido" e é um pouco efervescente, com uma espuminha em cima.

Este liquido deve ser guardado no frigorifico.
Eu só o tenho por 3 dias, pois estou sempre a fazer Rejuvelac e todos os dias tenho novo.

Pode ser usado e tomado de diferentes formas.
Pode juntar sumo de limão, laranja ou bater com qualquer fruta.
Desta forma além do sumo da fruta, ainda está a ingerir bactérias benéficas para o organismo.

Efeitos Terapêuticos do Rejuvelac
- É um diurético, que atua com eficácia na eliminação do excesso de liquido no organismo.
- Ajuda a regularizar a flora intestinal.
 - Limpa o colon sem provocar diarreias.
- Combate a prisão de ventre.
- Repõe a flora intestinal, por isso é muito importante tomar junto e após a toma de antibióticos.
- Contém ácido láctico levógiro que auxilia na função cardíaca.
- Torna as pessoas mais bem dispostas.

Rico em proteínas, vitaminas C, E e vitaminas do complexo B, por isso é uma bebida a ser incluída na alimentação de todos, mas principalmente nos doentes.
É considerado um verdadeiro elixir para a saúde.