quarta-feira, 21 de maio de 2014

Vamos perceber a Rosácea?


Todos podemos corar!
Quantas vezes não ficamos vermelhos porque fizemos exercício físico, porque alguém disse alguma coisa que nos envergonhou, porque apanhamos calor ou frio ou até porque estivemos numa discussão, e tudo isto é normal.
O que não é muito normal é começarmos apresentar persistentemente as faces vermelhas, porque neste caso estamos na presença de um problema de saúde chamado - ROSACEA.

Nossa pele é irrigada por uma rede de vasinhos sanguíneos, e no caso da rosácea a pele do rosto fica vermelha, porque por alguma razão estes vasos inflamaram e como tal aumentaram de volume e dilataram, o que leva à presença de maior quantidade de sangue, o que dá a ruborização.
A doença surge mais nas pessoas de pele branca, mais nas mulheres, mas são os homens que atingem um grau mais severo da doença.

Pode-se considerar a Rosácea uma inflamação da pele mais propriamente uma inflamação vascular que pode atingir varias fases, primeiro o rosto começa por ficar rosado, depois o termostato da pele se altera e passa haver persistentemente uma coloração vermelha com dilatação dos capilares e edema associado a inflamação.  Nesta fase pode surgir comichão ou pequenas borbulhas, podendo alastrar para o nariz, queixo, pescoço e peito e nos casos mais graves a pele fica mais espessa e aparecem nódulos inflamatórios que aumentam o tamanho do nariz deixando-o bulboso, o chamado nariz de batata.
Também pode surgir nos olhos e denomina-se Rosácea ocular.

Causas
Segundo a Medicina, a verdadeira etiologia da doença ainda não foi encontrada, os pesquisadores que trabalham para a medicina convencional procuram um "bicho" ou uma causa genética, assim um estudo conduzido no México mostrou a relação entre um parasita e a rosácea.
O parasita Demodex está presente na pele facial de todos nós, mas estão mais concentrados nas faces das pessoas com rosácea. No entanto, não ficou claro se este aumento de parasitas é uma causa ou é uma consequência, ou seja não se concluiu se o parasita se encontra mais na face e assim desencadeie uma resposta de defesa que provoque a inflamação (ruborização) ou se a inflamação já existente leva à permanência destes parasitas.

O que se sabe é que existem fatores chamados gatilhos que rapidamente levam à exacerbação da rosácea, como:
        - Alimentos libertadores de histamina: álcool, picantes, lácteos,                     produtos de carne de porco.
        - Exercício físico intenso.
        - Comer os alimentos muito quentes, como beber a bica quente.
        - Stress emocional ou físico.
        - Ingestão ou uso de certos medicamentos vasodilatadores ou anti-               hipertensivos.
        - Substancias químicas presentes nos cosméticos.

Se, neste momento que estou a escrever estivesse aqui, a meu lado o naturopata Lezaeta ou outro, eles me diriam: "diz que a causa está no intestino". Sim, é verdade que para a Naturopatia, os desequilíbrios de Saúde começam ou desenvolvem-se sempre com a presença de alterações no intestino. Mas, o que acontece é que neste momento não só a naturopatia que aponta o intestino, muitas outras entidades dentro da ciência também estão apontar o intestino e alguns alimentos que criam essa condição patologica.

Sue Bac, uma nutricionista formada na Universidade de Londres, escreveu um livro "Living Gluten-Free", onde diz:
"A pessoa que tem uma sensibilidade ao glúten ou se sofre da doença celiaca, pode sofrer de sintomas extra-intestinais (noutro local do corpo). A Rosácea, a acne e outros problemas de pele como eczema são apenas alguns dos muitos sintomas extra-intestinais possíveis. Outros incluem a fadiga, dor nas articulações, dores de cabeça, depressão e a ciclos menstruais anormais."

A intolerância ao glúten ser a causa dos problemas de pele está a ganhar atenção da comunidade cientifica, o jornal European of Dermatology de 2006 referiu que cabe aos dermatologistas se familizarem com os sinais e sintomas da intolerância ao glúten, porque é uma causa potencialmente tratável em inúmeros problemas de pele, entre eles a rosácea.

Outra das causas apontadas é a hipoacidez estomacal, com presença da bactéria H.Pylori.

Tratamento
A maioria das doenças são multi-factorais, considerar que se deixa de comer pão e se resolve de uma vez por todas a rosácea pode não ser muito realista, no entanto eu aconselharia a pessoa a ficar longe do glúten um mês e ver os resultados.
Se a causa das doenças de pele são desequilíbrios intestinais, temos de fazer um protocolo de forma a reequilibrar o intestino. O intestino precisa de uma alimentação adequada, de pré e pró-bioticos, e de tratamento local dirigido a ele, além disso há que ter muito cuidado com fatores que o lesam como alimentos impróprios entre eles os lácteos, os açúcares, as farinhas, os medicamentos especialmente os antibióticos. Cuidado com os antibióticos  (tetraciclinas) receitados para a própria rosácea, porque pode numa primeira etapa diminuir a inflamação mas mais à frente a situação vai agravar.
Normalmente é receitado um creme que é o Metronidazol ou o Ácido Azelaico.

O Dr. Richard Gallo, da Universidade da California e pesquisador da rosácea defende que a causa está numa disfunção do sistema imunológico. E porquê que há disfunção do sistema imunológico?
Alguns apontam a acidez interna devido a uma alimentação extremamente acida, muito proteica, que leva ao gaste de nutrientes essenciais para controlar essa acidez, ficando em desequilíbrio o sistema imunológico. Por isso recomenda-se uma alimentação mais alcalina, com mais fruta, mais legumes, mais folhas verdes e sementes alimentos ricos em bioflavonoides que fortalecem as veias de forma a impedi-los de dilatarem e causar a rosácea.  As amêndoas, os grãos integrais e as folhas verdes contêm substancias anti-inflamatórias. Retire a carne, os lácteos, as farinhas com glúten , o açúcar, todas as margarinas e toda a comida industrializada.

O sol, e o calor são fatores gatilho para desencadear a rosácea, mas eu não recomendaria o não apanhar sol, talvez me colocar numa posição de não ter as faces diretamente ao sol, ou usar um chapéu, mas não apanhar sol é pior do que ter a doença, todos precisamos do sol, quando apanhamos sol fabricamos vitamina D que combate qualquer inflamação no corpo. Assim como o exercício, caminhar é necessário para uma boa saúde, para um bom sistema imunitário.

Percebamos que a rosácea ou qualquer outra doença não nos toca porque um "cupido mau" nos atingiu, a doença tem um objetivo, ela é a expressão de alguns mecanismos de defesa contra toxinas, e na tentativa do próprio organismo resolver o problema, porque normalmente o problema não é o sintoma. Na rosácea o problema não está no vermelhão das faces, porque isso é a expressão de uma reação inflamatória, o problema está porquê que o corpo está a inflamar, e sabe-se que o corpo inflama para se defender de algo que considera perigoso e invasor, e esta é a causa, por isso se está a falar no glúten, nos problemas digestivos e intestinais, porque é a partir deles que entram toxinas no nosso organismo.

Então como posso eu ajudar um corpo com um sintoma de rosácea?
Se eu quero ajudar o corpo e se ele inflama porque deteta toxinas, é logico que aquilo que tenho de fazer é limpar as toxinas e tentar com que não entrem mais.
Limpar, filtrar e eliminar foi importante na criação ou no aperfeiçoamento do organismo humano, a tal ponto que temos vários emunctórios, ou órgãos de limpeza.
Se uma pessoa sofrer de prisão de ventre, significa que não elimina adequadamente as fezes e que o emunctório intestino não está a funcionar corretamente, logo vai absorver substâncias menos próprias de matéria fecal, o que vai prejudicar os outros emunctórios como o figado que tem que filtrar essas substâncias; isto não tinha problema se não acontecesse constantemente e se os emunctórios não tivessem sobrecarregados.
Estes emunctórios trabalham muito, eles têm de limpar as substâncias resultantes do metabolismo celular e as substâncias toxicas que entram para a circulação sanguínea, portanto nós só adoecemos quando estes "generais" ficam cansados e abaixam armas.
Dentro de nós tudo funciona em uníssono, por isso quando um emunctório está a funcionar mal, ele é compensado pelo aumento de eliminação de toxinas de outro emunctório, e é muito comum o corpo desviar para o emunctório - pele.

Resumindo o tratamento passa por Desintoxicar, Alcalinizar e Regenerar e isto é feito através de uma alimentação alcalina, de técnicas naturais locais  sobre o corpo de forma a eliminar e a equilibrar a energia, a temperatura (se as faces estão sempre quentes, algo no corpo vai estar frio, como as mãos ou os pés)e o sangue, atraves de plantas fitoterápicas, de medicamentos homeopáticos que ajudam estes processos ao mesmo tempo que controlam a inflamação e o vermelhão no rosto.
O tratamento tem de ser local e geral, porque a intoxicação que afeta a epiderme afeta todo o corpo.

Não vou dar uma receita, porque não há uma "receita rosácea", há sim tratamento e muito a fazer para com a pessoa que tem rosácea, há a rosácea da Maria e a rosácea da Ana, e as receitas podem ser diferentes.

Este poste foi bem longo, é que há dias que tenho muito a dizer...  quero terminar acrescentando que o nosso corpo nunca está contra nós, ele tenta sempre nos proteger...Há que entende-lo.






4 comentários:

  1. Gostei muito da informação foi muito útil, obrigado.
    Gostaria de saber:
    Eu tenho rosácea mas percebo que de manhã quando acabo de acordar minha rosácea está bem fraca, aí logo depois o rubor (vermelhidão) fica mais forte. Porque isso acontece? Quais alimentos podem fortalecer as veias do rosto no caso da rosácea?
    Obrigado!

    ResponderEliminar