sexta-feira, 17 de julho de 2015

O que fazer para não ter ou diminuir a inflamação? Que plantas deve usar? Veja as 8 melhores

A maior parte das doenças atuais têm processos inflamatórios, ela é um dos principais componentes das doenças auto-imunes, na asma, na aterosclerose e em muitas mais, inclusive no cancro.
Parece, mas não é, a inflamação não é uma coisa ruim, é uma resposta necessária e protetora do sistema imunitário, é uma forma de defesa frente a qualquer dano que aconteça ao corpo.
No entanto, por erros que fazemos com o corpo este pode desenvolver inflamação cronica, que nunca passa, e esta é nos prejudicial, é ela que está por trás das doenças atuais.
A inflamação cronica pode ser sistémica ou localizada, como inflamação do sistema temos as doenças cardiovasculares, como localizada temos a artrite nas mãos ou a cirrose no fígado, sendo estes alguns exemplos.

O que fazer para não ter ou diminuir a inflamação?
Que plantas deve usar?

Bem o ideal seria nunca fazermos nada de "agressivo" ao corpo de forma a que este não tivesse que criar a inflamação, o que nos dias de hoje é extremamente difícil, para não dizer impossível. Nosso corpo é invadido diariamente por produtos que a nossa genómica não conhece, logo o corpo vai defender-se e inflamar. Mas nem tudo está perdido, temos a Natureza que nos ajuda.
Há muitas plantas que podem ajudar nosso corpo a reduzir a inflamação.
Tome conhecimento delas, veja as que mais se adequam a si, quais as que estão mais perto da zona onde vive, e tome-as numa base regular, de acordo com a sua necessidade.

Alecrim
Qual é o jardim ou o quintal de Portugal que não tem Alecrim?
Esta planta é tónica e diaforética, cheia de flavonoides por isso tem uma ação anti-inflamatória.
Pode juntar a determinados pratos ou beber em chá. É o chá preferido da minha filha quando estuda, porque ele é tónico, há quem chame o "Ginseng Português", melhora as faculdades mentais.
Excelente para pessoas com a tensão baixa.
Quem não o deve tomar?
Quem tem anemia, não deve consumir muito desta erva, ela pode bloquear a absorção de ferro; quem tem Hipertensão também não deve tomar.

Carqueja
Esta é uma das minhas plantas preferidas, é um dos chás que mais bebo.
A carqueja é rica em compostos fenólicos, que têm propriedades antioxidantes que nos protegem dos radicais livres , aqueles que provocam o envelhecimento e outras doenças. Em estudos a Carqueja mostrou ser mais eficiente do que as vitaminas E e C.

Canela
Quem não gosta de canela?
Para quem gosta a boa noticia é que a canela pode fazer maravilhas no seu corpo, porque reduz as respostas inflamatórias e combate bactérias indesejáveis. Quase todos os dias como canela,  na papa de aveia, na papa de linhaça que junto com fruta, etc... de inverno quando tenho muito frio, bebo chá de gengibre com limão e canela...uma delicia.
Muito boa para quem tem diabetes tipo 2.
Quem toma medicamentos anticoagulantes deve consultar o medico antes de a tomar diariamente.

Manjericão
Uma erva sem efeitos secundários, que pode ser adicionada diariamente à salada ou a outros pratos, principalmente por quem tem doenças inflamatórias, pois é um ótimo anti-inflamatório. O principal ingrediente do manjericão é o eugenol, que um estudo publicado em 2003 no Jornal of Microbiology  dizia que bloqueava bactérias que tendem a inflamar o corpo. Em Portugal vende-se normalmente a planta em vaso para colher na hora de consumir.

Alho
Neste grupo dos anti-inflamatórios não podia faltar o Alho, ele tem entre varias coisas o enxofre que é essencial para o nosso corpo. Tem sido comprovado que o alho é importante nas doenças cardiovasculares e reduz o risco de contrair determinados cancros.
Deve comer alho cru, caso não goste do sabor com os alimentos, corte-o em pedaços e engula-os como se fossem comprimidos.

Oregão
O Oregão tem uma substancia ativa chamada beta-cariofilina que inibe a inflamação, o Dr. Jurg Gertsch da Universidade de Zurique diz mesmo que pode vir a ser uma substância  base para novos medicamentos.
O orégão é simplesmente maravilhoso, juntem-no a todas as saladas, diariamente.

Gengibre
O gengibre possui quatro substancias poderosas que fazem dele um analgésico e anti-inflamatório. Use na comida, junte ao sumo, beba em chá, etc..

Curcuma
Talvez a mais anti-inflamatória de todas. A substancia ativa é a curcumina que protege o fígado de danos celulares, que protege o cérebro da inflamação, reduz o risco de Alzheimer, reduz os níveis de histamina, e muito mais. Penso que este pó amarelo é a especiaria com mais estudos científicos e tem mostrado ser excelente para o corpo humano.

A doença não surge de um dia para o outro, são pequenos erros que somados darão o ponto final num problema, no qual o corpo tem suscetibilidade, de igual modo a Saúde não se constrói de um dia para o outro, mas pequenos acertos à nossa vida, à nossa alimentação vão culminar numa maior defesa e numa estrutura física mais solida, na qual você sairá a ganhar, porque quem está Bem...é quem tem Saúde.

Sem comentários:

Enviar um comentário