segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Agrião e suas Propriedades

Todos os sábados encho minha cozinha de energia verde. Quero que esta energia chegue á minha alma e que eu fique também verde. 
É a cor da natureza, da erva, da clorofila, do ecológico. 
Enquanto Humanidade, precisamos urgentemente de “sermos verdes”.
Um desses verdes é o AGRIÃO




Nos tempos antigos, gregos e romanos, consideravam o agrião um tónico cerebral, acreditavam que se comessem mais agrião aprendiam mais depressa (será que está a faltar agrião nas nossas escolas?). Mães persas davam este legume aos seus filhos para que eles crescessem fortes e altos.

O Agrião está entre os vegetais mais nutritivos:
- Ajuda em todos os problemas pulmonares: asma, bronquite, tuberculose, catarros brônquicos, tosses rebeldes, expectorações purulentas.

- Tem propriedades anti-cancro – segundo um estudo, quanto mais agrião menos cancro.

- Ajuda os olhos: contém luteína e zeaxantina.

- Ajuda a normalizar a pressão arterial.

- Aumenta a energia sexual e a fertilidade.

- Pode ajudar a função mental e a retardar o envelhecimento.

- É um limpador do corpo, activa a circulação sanguínea.

- Muito importante nas mãmãs, pois estimula a produção de leite materno (o melhor alimento/medicamento para os bebés). Cuidado, o agrião comido cru deve ser bem higienizado, juntar umas gotas de peróxido de hidrogeno (agua oxigenada), vinagre de sidra ou limão à água da lavagem.

- Baixo em calorias, rico em potássio e iodo (importante na função da tiróide) obrigatório nas dietas de emagrecimento.

- Diurético, elimina líquidos. Ex: edemas, retenção de líquidos.

- Ajuda na digestão e é laxativo, regulador do fluxo da bile. Ajuda na obstipação.

- Mastigar folhas (pode ser em salada) de agrião cru cura o sangramento das gengivas. Cura rapidamente as aftas (estomatite aftosa).

- É rico em cálcio, fortalece ossos e dentes.

As razões são muitas para se comer agrião.
Pode ser comido em saladas, em sumo (juntamente com maçã), ou cozinhado.



Depois das compras, é hora da arrumação.
Separo as folhinhas verdes dos talos.
As folhas são comidas em saladas.
Os talos, aproveito para fazer arroz, não se pode deitar nada fora.






Coloco dentro de sacos individuais, ajusto  para sair o ar.
 Duram no frigorifico uma semana.






A salada cá de casa:
Ingredientes: alface, agrião, beterraba e cenoura ralada, coentros. 
Tempero com sal marinho, sumo de limão, folhinhas  de orégãos e azeite extra-virgem (existem muitos tipos de azeite, alguns deles são azeites refinados. Atenção não tem vantagem na Saúde.).

Espero não ser chata com as minhas explicações, mas o meu objectivo é fazer-vos comer agrião.
 Estou-me a perguntar porquê? não sei bem responder, é como uma necessidade de comunicar aquilo que acredito, por isso vou continuar...



3 comentários:

  1. Adoro suas receitas. Aliás adoro tudo o que venha da Natureza. Vou passar a pôr em prática as coisas boas do seu blog. Muito obrigada...continue para o bem de todos nós, felicidades!

    ResponderEliminar
  2. li tudo o que escreveu sobre o agrião..minha filha sofre de depressão e eu interesso-me por dar-lhe alimentos que fortalessam seu sistema cerebral,para além doutros benefícios. fico grata pelo seu depoimento, para além doutros que li.se alguém souber de algo mais para depressões estou recetiva ao v/ concelho. dèem mais dicas para além da medicação clinica.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelo post, muito explicativo. Adoro agrião! Se pudesse comia todo dia. É uma pena que nem todos conheçam os benefícios das verduras.

    ResponderEliminar