quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Espondilite Anquilosante – por uma abordagem natural

imagem copiada net

A espondilite anquilosante é o nome dado a um tipo de reumático que se centra principalmente na coluna vertebral com presença de inflamação cronica.
Se esta inflamação não for controlada e persistir por muito tempo, os tecidos da coluna podem ficar fibrosos e mais tarde ósseos, o que leva à fusão das vertebras e a uma coluna anquilosada ou seja sem movimento.

É considerada uma doença autoimune, isto é o nosso sistema imunitário passa a exercer uma atividade excessiva nas articulações da coluna, que se tornam inflamadas, ou seja este mesmo sistema que nos ajuda na proteção contra invasores, por alguma razão decide produzir anticorpos para lutar com células e tecidos saudáveis.

Porque será que este sistema tão bem armado toma esta atitude?
A medicina convencional não aponta uma razão conclusiva, a filosofia naturopata defende que este ataque se dá devido aos depósitos de minerais tóxicos nas articulações, que foram ingeridos através de uma alimentação não adequada, da água, de medicamentos, etc…e parece que não estão muito longe da verdade, da verdade que uma alimentação incorreta cria o “terreno” para todo o tipo de doenças.

Quem concordou com isto, foi um médico francês de grande prestígio – Jean Seignalet – que propôs combater a E.A. com a alimentação.
 Isto porque além dos portadores desta doença terem um marcador genético – o antigénio HLA-B27 - têm também problemas intestinais, como causa aponta-se a alimentação atual, que provoca alterações na flora intestinal com presença de putrefações o que permite a proliferação de bactérias perigosas como a Klebsiella, que o Dr. Alan Ebringer defendeu estar presente nas E.A., estas bactérias agridem a mucosa intestinal o que leva a uma permeabilidade do intestino delgado, com todas as consequências pela travessia dos dejetos bacterianos.

Se você, que está a ler este poste, sofre desta doença ou conhece alguém que a tem e quer ajudar, há um conceito que tem de ter inicialmente, que é a relação da Espondilite Anquilosante com o intestino, logo a maior proposta terapêutica terá de passar por alterações na alimentação de forma a curar, parar a sua evolução ou atenuar, o que suceder depende da ação de cada um e do saldo da sua saúde.
Dr. Alan Ebringer
O Dr. Alan Ebringer descobriu que a bactéria Klebsiella que vive no nosso intestino desenvolve-se na presença do amido, ou seja quanto mais comermos alimentos ricos em amidos, mais bactérias temos, logo mais reações imunitárias inflamatórias sofremos.

O tratamento base proposto por este imunólogo, é a DIETA SEM AMIDO, seguido por muitos doentes com bons resultados, pelo menos no controle da doença.
 Não se entende porque a maioria dos reumatólogos não seguem esta ideia, visto Alan Ebringer ser um científico premiado sobre o mal das vacas loucas e uma pessoa respeitada no meio científico.

O tratamento deste desequilíbrio inflamatório e doloroso, como já vimos passa por uma alimentação anti-inflamatória, pela toma de anti-inflamatórios naturais, por determinados exercícios como a natação e por um tratamento externo, tratamento este que deve ser feito por um acupuntor, por um fisioterapeuta, por um massagista, por alguém que consiga ajudar a controlar a dor inflamatória localmente. Atuar somente internamente pode não ser suficiente.

- Que alimentos ingerir numa alimentação anti-inflamatória?
- Que anti-inflamatórios naturais (plantas) tomar?
- Que suplementos podem beneficiar?
- Que exercícios fazer?
- Que mais pode ser feito?
As respostas serão assunto de outro poste.


Sem comentários:

Enviar um comentário