quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

4 Alimentos Alcalinos que deve comer todos os dias


Penso que nunca houve tanta fartura de alimentos. Temos hipermercados a fazer fronteira com outros e todos eles cheios de produtos alimentares, são prateleiras cheias de cores e rótulos atrativos, tudo feito e pensado de forma a nos satisfazer.

No entanto a maior parte destes alimentos quando consumidos e metabolizados pelo nosso organismo deixa internamente um resíduo ácido, e uma das coisas mais importante para se aprender na prevenção de qualquer doença, é que o corpo tem de equilibrar os níveis do sangue num PH ligeiramente alcalino de 7,36 para sobreviver.
Comer excesso de alimentos formadores de acido pode ter consequências desastrosas para a nossa saúde, como “acidose” que é um diagnostico comum em diabetes, por isso um dos tratamentos mais adequados seria a ingestão preferencial de alimentos alcalinos.

Para combater a dieta de hoje essencialmente ácida recomendo 4 alimentos, que comidos diariamente podem ajudar o corpo nessa luta pelo equilíbrio:

Limão
O limão pode ser o alimento mais alcalinizante de todos.
Dá alivio imediato na hiperacidez, energiza o fígado e promove a desintoxicação.
Deve ser bebido diariamente.




Vegetais de Raiz
São vegetais considerados mais “yang” pelo olhar oriental, por isso são mais ricos em minerais que os outros vegetais. São eles os rabanetes, a cenoura, a beterraba, o nabo e o rábano. Podem ser consumidos cozidos ou crus. 
A cenoura e a beterraba uso em sumo e raladas, os restantes uso-os ralados.




Vegetais Crucíferos
Estes vegetais devem estar diariamente o nosso prato, são as couves-flor, os bróculos, os repolhos e outros.






Folhas Verdes
Não somos herbívoros, mas precisamos das folhas verdes tanto para prevenção como para cura de doenças. Elas são riquíssimas em vitaminas, minerais, fotoquímicos e clorofila. Promovem a alcalinização.
Folhas de couve, nabo, espinafre, agrião, coentros, salsa e alface devem ser comidas diariamente.

A maior parte das crianças não toca nos alimentos citados acima, penso que é deveras importante os pais irem incentivando, dando o exemplo pela introdução destes alimentos de resíduo alcalino, pelo bem deles próprios e da sociedade futura.

A prevenção, o tratamento ou a cura de qualquer patologia tem de obrigatoriamente passar pela ingestão destes alimentos de forma a criar um Ph adequado à vida das nossas células.






8 comentários:

  1. Sem o pH adequado não há vida. Estou sinceramente grata e feliz por esta partilha de uma sabedoria tão fundamental. Enquanto este conhecimento existir, o mundo só pode melhorar...

    ResponderEliminar
  2. Olá Vitória! Obrigada pelo comentário. Vamos caminhando e aprendendo e acredito que só pode ser para um Mundo Melhor, beijinho grande

    ResponderEliminar
  3. Quero compartilhar também o meu depoimento, que a mais de 1 ano fiz vários exames possíveis para achar a razão de uma tipo de evacuação (não posso falar que era uma diarréia porque não é, é diferente), nenhum médico descobria. Comecei à 3 semanas comprando água com o PH acima de 7, sem querer fazer propaganda uso a Minalba que o PH é acima de 8, estou sentindo uma melhora absurda do quadro que ficava as vezes durante 5 dias, agora no dia seguinte a crise acaba. Procurem na internet "água alcalina". Como vi melhora com a água, agora estou buscando alimentos alcalinos também. Boa recuperação à todos

    ResponderEliminar
  4. Limão é um alimento extremamente ácido, cujo pH gira em torno de 2 a 3 devido ao ácido cítrico presente na fruta. Pessoas com problemas de gastrites, esofagite de refluxo, hérnia hiatal e esôfago de Barret não devem fazer uso dessa fruta e do seu suco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já li que eles são ácidos fora, mas em jejum, em contato com ácido clorídrico torna-se base, fica alcalino. Isso é verdade?

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu aprendi que o equilibrio ácido-básico do organismo é um processo natural denominado até de Sistema Tampão e que o desequilibrio já é decorrente de alguma patologia como o diabets por exemplo.

      Eliminar