quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Hérnia do hiato - suas causas e sintomas

Como podem ver na imagem a hérnia do hiato é quando uma porção de estomago sobe para cima através do orifício chamado hiato e forma uma pequena bolsa.
Parece haver um conflito entre o estômago, o diafragma e a válvula de passagem do esófago para o estômago.
O diafragma é um músculo, uma cúpula muscular que separa a cavidade torácica da abdominal. Também tem uma abertura chamada hiato, que está localizada entre o estômago e o esófago, e é neste local que a hérnia hiatal ocorre.
Na hérnia há uma contração do diafragma por falta de tónus muscular, e um fracasso do hiato esofágico em manter as devidas estruturas por baixo dele.

Causas e Sintomas
A principal causa apontada é ter o diafragma fraco o que permite que parte do estômago suba para cima. Esta hérnia formada enfraquece a válvula cárdia que fica entre o esófago e o estômago, esta válvula passa a não fechar bem e o ácido e a comida sobem do estômago para o esófago, o que provoca todos os sintomas queixados pelas pessoas que tem este tipo situação.

A pessoa tem sempre um incomodo e uma dor constante ao apalpar a zona. O ácido do estômago tende a subir e provoca azia, ardor, tosse, irritação na garganta.
Algumas pessoas referem que não sentem azia, são as que tomam omeoprazol ou algum fármaco semelhante, este medicamento é um inibidor da bomba de protões, o que significa isto? Que inibe a produção do ácido clorídrico pelas células do estômago e que vem sendo utilizado para controlar o sintoma de diversas doenças em que a acidez estomacal incomoda.
Percebamos, que o mau estar que sentimos como azia ou ardor não é por um excesso de acido no estômago, mas porque devido à hérnia, a válvula não fecha e o conteúdo do estômago sobe para o esófago e provoca essa sensação. Todos sabemos que o estômago precisa de acidez, de acido clorídrico para fazer a digestão. Sem acidez como vai o estômago digerir proteína animal?

Outra causa apontada é a postura, normalmente as pessoas que desenvolvem este tipo de hérnia, têm uma postura encurvada, não andam direitos, o que de certa forma pressiona o estômago. Também não andam direitos porque têm uma certa fragilidade a nível da coluna e dos músculos laterais da coluna, então a pessoa anda descaída.
Normalmente são pessoas com algum nível de stress, com ansiedade, por isso têm uma respiração curta.
Sabemos que há uma respiração curta e uma fraqueza no músculo da respiração - o diafragma. Podemos perguntar se foi a fragilidade do músculo que levou a uma respiração rápida ou foi uma respiração rápida que levou o músculo a ter pouco tónus?
  Temos que nos perguntar, para podermos ajudar-nos.

Outra característica é o sedentarismo, tendem a respirar rápido, a comer rápido, e a sentarem-se de seguida muito rápido.

Segundo o Dr. Denis Parsons Burkitt, a dieta ocidental é muito pobre em fibras, o que leva a um estado de obstipação cronico e é preciso muita força para evacuar, o que poderia explicar maior incidência de hérnia de hiato nos países ocidentais.

Vamos imaginar uma situação:
Uma mulher de carater ansioso e a viver em estado de stress cronico, tem obstipação, não evacua todos os dias, o que provoca pressão e volume na cavidade abdominal. Sua alimentação além de não ser adequada ao seu problema de saúde, ainda é rápida ao ser ingerida, logo mal mastigada, com um café em cima. A pessoa depois de almoçar senta-se no seu posto de trabalho ou em outro local, mas numa posição sentada e muitas vezes curvada.
A descrição acima concebe a hérnia do hiato.
A pessoa é nervosa, respira rápido há muitos anos e não faz exercício físico, nem de respiração profunda, logo tem menos tónus no diafragma , junto vai ter pressão abdominal porque não evacua, depois come rápido, seu estômago precisa de tempo e espaço para poder digerir, está apertado por baixo devido à pressão abdominal, o músculo acima dele está fraco, o estômago força e a cria a bolsa.
O café cria muito acido clorídrico, além daquele que era normal para digerir a refeição, e quanto mais ácido o estômago produz para fazer frente aquilo que se come, mais acido pode subir pelo esófago e provocar mal estar.

O que fazer?
Do meu ponto de vista, o começo deve ser o de querer ficar bem, não ir contra a doença, mas fazer tudo aquilo que lhe for possível para apoiar o corpo. Um corpo com boa digestão, com boa evacuação, com boa respiração, com alguns exercícios que vão tonificar os músculos, tudo isto forma uma terapêutica de saúde, que vai fazer com que a doença diminua.
A conversa já vai longa, por isso continua num outro poste onde explicarei, o que a pessoa deve fazer para ganhar saúde frente a este problema.


Sem comentários:

Enviar um comentário