domingo, 14 de janeiro de 2018

Millet - Um cereal a consumir!


Os cereais são consumidos desde os tempos antigos, eles saciam o organismo, combatem a fome e nutrem o corpo.
Millet é um dos grãos de cereais mais antigos, há registos de cultivo deste cereal há cerca de 10 mil anos atrás na Ásia ocidental, pertence à família do milho, muito consumido na alimentação Macrobiótica.

Para mim, ele é um cereal a ter lugar fixo na prateleira da despensa alimentar. Tem poucas calorias, é rico em nutrientes essenciais, e não tem glúten.
É o alimento a consumir em todos os problemas de estômago, quando a criança chega a casa com problemas intestinais, pode jantar uma papinha de Millet, o idoso que não faz bem a digestão, que almoçou mas até tem medo de jantar porque tudo lhe cai mal, simples, come millet. O sabor? É maravilhoso, muito suave, por isso as crianças gostam e pode ser consumido tanto como pequeno almoço a substituir as papas de aveia, onde também se pode juntar frutas e frutos secos, ou em sopas, ou simplesmente cozido como se fosse arroz.

Millet é entre os cereais, o mais alcalinizante, por isso é muito bom para repor minerais essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo, como proteínas, fibras, vitaminas, aminoácidos essenciais, ferro, magnésio, potássio, fosforo, manganês, etc. É tão rico que é chamado de "Cevada de Ouro".



Quem precisa de comer Millet?
- Já vimos que é o alimento para quem tem estômago "fraco", quem tem gastroenterite, gastrite, ulcera, hérnias, más digestões por problemas nervosos, tudo relacionado com o estômago. Como é um alimento bem digerível também ajuda no bom funcionamento intestinal.

- Por ser rico em magnésio e fósforo, é ideal para quem tem problemas de pressão alta, equilibra a tensão arterial e reduz o risco cardiovascular. Cereal bom para o coração, mas também para o pulmão, porque é benéfico na asma.

-  As pessoas com diabetes tipo 2 deviam de abandonar ou reduzir o pão, e substituir por alimentos que controlam a subida da glicémia, neste caso pelo millet. Abdicar do pequeno almoço hiperglicémico de leite e pão, e passar a comer millet com frutos secos - excelente. A macrobiótica aconselha o Millet na alimentação dos diabéticos, porque acha que ele recupera o pâncreas.

- Millet é o cereal anti-anemia, é rico em ferro, ajuda na oxigenação do sangue e na produção de células sanguíneas.

- O fosforo e o manganês atuam na formação dos ossos e dentes, e o magnésio na absorção do cálcio, portanto é um excelente alimento para a estrutura óssea, logo deve ser consumido por crianças em crescimento, pessoas com problemas ósseos, caries, osteoporose, etc..por todas as pessoas na terceira idade.

- Ao contrario do trigo, ele previne o envelhecimento, porque tem substâncias antioxidantes que eliminam os radicais livres, além disso aumenta os níveis de colagénio nos tecido o que promove uma melhor elasticidade da pele.

- Ajuda a emagrecer, porque tem um aminoácido responsável por reduzir o apetite, que é o triptofano, e sendo muito rico em fibras satisfaz o estômago rapidamente evitando os ataques de gula.
O triptofano faz aumentar os níveis de serotonina no corpo, por isso aconselhável na alimentação das pessoas com quadros depressivos, porque vai tranquilizar a pessoa, reduzindo os seus níveis de stress.
Ao tranquilizar e reduzir os níveis de stress,  melhora a qualidade do sono.

- Obrigatório na mesa dos que não digerem glúten - pessoas celíacas,  este cereal reduz os problemas associados a este desequilíbrio.

- Ajuda a ganhar massa muscular, porque é rico em proteínas e em lisina que é um aminoácido que retarda a degradação muscular. O Millet ajuda no ganho de músculos mais fortes e grandes.
- No caso de gravidas e lactantes, o seu consumo é obrigatório e indicado em grandes quantidades, uma vez que dobra a produção de leite.

- Por conter queratina, que é uma proteína essencial, combate a queda de cabelos, devido à presença de magnésio ajuda a reduzir as inflamações do couro cabeludo como caspa, eczema e psoríase, e ainda previne a calvície.

Convenci-vos?
É um cereal para ter em casa e consumir?
Sim. Sempre.
Onde comprar? Eu compro no hipermercado Jumbo, mas penso que dietéticas também têm e não é muito caro, além de que é rentável.

Foto retirada da net
O millet cozido pode servir para acompanhamento, junto com couve flor faz um puré delicioso, pode ser usado tanto em hambúrgueres como em almôndegas, saladas, pode-se fazer leite vegetal e servi-lo como papas de pequeno-almoço. 
Não há porque não usar Millet.


Sem comentários:

Enviar um comentário